Futebol/Bastidores - ( )

Álvaro deixa fora de campo amizade com uruguaios do Palmeiras

Bruno Oliveira, especial para a GE.NET São Paulo (SP)

Convocados pelo treinador Óscar Tabárez para defender a seleção uruguaia na Copa do Mundo de 2010 e na Copa América de 2011, o trio formado por Sebástian Eguren, Maurício Victorino e Álvaro Pereira se reencontrou no Brasil neste ano. O volante estava no Palmeiras desde julho de 2013, enquanto o zagueiro chegou ao time alviverde no início desta temporada. O lateral esquerdo, por sua vez, foi emprestado pela Internazionale (Itália) ao São Paulo. E, nesta terça-feira, o atleta da equipe tricolor destacou sua relação com os agora rivais.

“Conversamos bastante antes de eu chegar aqui. Dentro de campo meus únicos amigos são aqueles que vestem a mesma camisa que eu. Sou muito amigo dos dois fora dos gramados, mas dentro não. O Eguren me ajudou a conhecer mais a cidade, indicou lugar para morar. Eles são boas pessoas, mas deixo isso de lado durante os jogos”, afirmou.

No último domingo, no Pacaembu, Palmeiras e São Paulo disputaram seu primeiro clássico nesta temporada, em partida que terminou com vitória por 2 a 0 da equipe comandada por Gilson Kleina. Entretanto, o trio não teve chance de se encontrar dentro de campo, já que apenas Álvaro Pereira jogou, pois Eguren e Victorino seguem em fase de recuperação física.

Caso não haja nenhuma surpresa, o lateral esquerdo e o volante disputarão a Copa do Mundo deste ano pelo Uruguai, que está classificado no Grupo D, ao lado de Itália, Inglaterra e Costa Rica. Victorino, por sua vez, não entra em campo desde 16 de outubro de 2012, quando defendeu a seleção de seu país na goleada por 4 a 1 sofrida diante da Bolívia, em La Paz, e tem situação mais complicada.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Álvaro Pereira elogiou dupla do Palmeiras, mas não esqueceu rivalidade entre as equipes

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade