Futebol/Campeonato Pernambucano - ( - Atualizado )

Alvirrubros comemoram adiamento do clássico contra o Sport

Recife (PE)

A decisão da diretoria do Náutico – que conseguiu o adiamento do clássico contra o Sport, que seria disputado nesta segunda-feira, na Arena Pernambuco – teve o respaldo de jogadores e comissão técnica alvirrubros. O treinador Lisca não acredita que a situação seja a mesma vivida na Copa do Nordeste, quando o adiamento da partida entre Botafogo-PB e Náutico obrigou a equipe pernambucana a disputar quatro jogos em oito dias.

“Na Copa do Nordeste, o Náutico foi o clube prejudicado e não teve nada a ver com o que aconteceu. Foi uma confusão em um jogo entre Botafogo e Sport que levou à perda do mando de campo. A partir daí, alteram a tabela inteira e tivemos que fazer quatro jogos em sete dias. Naquela viagem para Natal, não jogamos e perdemos o nosso embalo. Essa segunda situação (adiamento do clássico contra o Sport) é diferente. É uma posição do Náutico, e podemos nos beneficiar porque ainda não tive tempo para treinar”, disse Lisca.

O jogo contra o Botafogo-PB foi adiado por uma decisão judicial, motivada pela briga entre torcedores do time paraibano e do Sport, na primeira rodada da Copa do Nordeste. Já o adiamento do Clássico dos Clássicos se deu pelo imbróglio envolvendo a tabela do Campeonato Pernambucano: prevista inicialmente para o dia 12 de fevereiro, a rodada inaugural foi alterada pela federação local, e o jogo entre Leão e Timbu, marcado em um primeiro momento para domingo, na Ilha do Retiro, foi transferido para segunda-feira, na Arena Pernambuco – o que foi rejeitado pela diretoria alvirrubra.

Assim como Lisca, o volante Yuri comemorou o adiamento do clássico. “Teremos mais tempo para trabalhar. A outra parte (do reagendamento) a gente deixa para a diretoria. Estamos trabalhando muito bem o lado psicológico, para não deixar que esses fatores externos atrapalhem o que acontece no campo”.

Diante do novo adiamento, a estreia do Timbu no hexagonal final do Campeonato Pernambucano será na próxima quinta-feira, às 21 horas (de Brasília), contra o Central, no estádio Lacerdão, em Caruaru.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade