Futebol/Campeonato Mineiro - ( - Atualizado )

América-MG perde para o Minas Boca na estreia do técnico Moacir Júnior

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

A estreia do técnico Moacir Júnior no comando do América-MG não foi da forma que o torcedor esperava. O Coelho visitou o Minas Boca, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, e acabou derrotado por 2 a 1. Félix Jonatan abriu o placar para a equipe da casa, Obina deixou tudo igual no placar, mas o ex-americano Micão garantiu o triunfo do caçula do Mineiro.

Na sequência do Campeonato Mineiro, o América-MG terá o clássico contra o Atlético-MG, partida marcada para o próximo domingo, no estádio Independência. Já o Minas Boca terá menos tempo de preparação, já que volta a campo na quarta-feira, para duelar contra o Nacional, em Muriaé.

O jogo – Mesmo atuando fora de casa, o América-MG se mostrou mais agressivo que o Minas Boca. As jogadas de bola parada foram a principal alternativa americana de chegar ao gol de Cristiano. Apesar de o Coelho ter mais posse de bola, quem balançou as redes primeiro foi o Minas Boca.

Aos 15, após cruzamento pela direita, Félix Jonatan subiu mais que os zagueiros do América-MG e cabeceou para redes, sem chances para Matheus. Após sofrer o gol, o Coelho passou a agredir um pouco mais, porém, com muitas dificuldades para superar as linhas de marcação da equipe de Sete Lagoas.

Já na parte final da primeira etapa, o Minas Boca passou a trocar passes com mais tranquilidade e chegou a ter o controle da partida, ameaçando a meta americana em vários momentos. Preocupado, o técnico estreante Moacir Júnior procurou orientar os comandados a beira do gramado, mas resposta dos atletas em campo não agradou.

Na volta para a etapa final, Moacir Júnior fez duas mudanças para deixar a equipe mais ofensiva, mas o que se viu na Arena do Jacaré, foi os donos da casa com mais posse de bola e trocando passes com mais qualidade em busca do segundo gol. Isolado no ataque, o avante Obina foi obrigado a voltar até o meio-campo para participar mais da partida.

Por isso, faltou fôlego para o jogador concluir as oportunidades americanas. Quem chegou perto de empatar para o América-MG foi Lucas Silva, que aos 17, pegou rebote na entrada da área, e mandou a bomba contra a meta de Cristiano, que se esticou todo para espalmar e evitar o empate do Coelho.

Precisando do resultado, o América-MG se lançou todo ao ataque e deu espaços para o Minas Boca, que quase aproveitou aos 27, com artilheiro Fábio Júnior, que saiu na cara do goleiro Matheus, mas finalizou na rede pelo lado de fora, perdendo ótima chance de dilatar o marcador.

Como diz o ditado, quem não faz toma. Foi exatamente isso que aconteceu aos 39, quando o América-MG cruzou bola para área e o goleiro Cristiano tentou cortar mais não achou nada. Oportunista, Obina apareceu atrás do goleiro para deixar tudo igual no placar.

Neste momento quem pensava que o placar ficaria no empate acabou sem enganando. Isso porque, aos 43, a bola foi lançada na grande área do América-MG, o zagueiro Micão subiu sozinho e cabeceou no canto direito de Matheus para decretar a vitória do Minas Boca.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade