Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Após duas derrotas, Sacoman pede reação imediata na Ponte Preta

Campinas (SP)

Após ser derrotada por 3 a 1 pelo Ituano, a Ponte Preta sofreu seu segundo revés consecutivo ao sucumbir por 1 a 0 diante do Atlético Sorocaba, no último sábado, no estádio Walter Ribeiro. Os recentes maus resultados não agradaram ao zagueiro Diego Sacoman, que pediu reação imediata ao elenco comandado pelo treinador Vadão.

“É difícil explicar. Fizemos dois grandes jogos contra Corinthians e São Paulo e deixamos escapar contra equipes de menor expressão. Temos que manter os pés no chão, sabendo que ainda estamos na briga. Estamos há dois pontos do São Bernardo. Perdemos duas partidas que seriam importantes, mas temos que buscar contra o Linense”, afirmou o defensor, lembrando os triunfos sobre as equipes da capital.

Em busca de reabilitação, o time campineiro mede forças com Linense, nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no estádio Moisés Lucarelli. O clube alvinegro ocupa a terceira colocação na tabela de classificação do Grupo C, com 12 pontos, e está atrás de Santos (19 pontos) e São Bernardo (14 pontos). O time de Lins, por sua vez, é o terceiro colocado da Chave A, com dez pontos, levando desvantagem diante de Penapolense (15 pontos) e São Paulo (13 pontos).

“Será um jogo difícil, mas precisamos vencê-los. Não tem outra alternativa a não ser ganha nesta quarta-feira”, completou o zagueiro, que fez coro ao técnico Vadão e pediu mais empenho aos companheiros. “Ele é nosso comandante e sabe o que está falando. Temos que correr mais. Precisamos ganhar e encontrar uma forma de isso acontecer. Tem que ser transpirando, correndo e nos doando mais”, encerrou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade