Futebol/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

Às vésperas de decisão, Botafogo treina pênaltis e tem bom aproveitamento

Rio de Janeiro (RJ)

O Botafogo não quer nada menos do que a vitória no duelo contra o Deportivo Quito, nesta quarta-feira, mas só a vitória talvez não baste para levar o Glorioso à fase de grupos da Libertadores ainda no tempo regulamentar. Prevendo a possibilidade de decidir a classificação na disputa de pênalti, o elenco alvinegro treinou as cobranças no treinamento desta segunda-feira e teve bom aproveitamento.

O desempenho dos jogadores foi satisfatório: de 15 cobranças, apenas três não resultaram em gol. Dória e Lodeiro tiveram seus chutes defendidos por Jefferson, enquanto Wallyson isolou na primeira tentativa, mas conseguiu converter na segunda chance.

Bolívar, Edílson, Julio Cesar, Marcelo Mattos, Gabriel, Jorge Wagner, Daniel, Henrique e Ferreyra fizeram os gols em suas oportunidades únicas. Até o goleiro Jefferson, trocando de função e arriscando uma batida, venceu Helton Leite e converteu.

O aproveitamento de 80%, porém, só será relevante caso o Botafogo vença o Deportivo Quito por 1 a 0, mas o time carioca espera não precisar depender das cobrança de pênalti. Para classificar ainda no tempo regulamentar, o Glorioso precisa vencer por dois ou mais gols de diferença. Qualquer outro resultado elimina a equipe alvinegra do torneio.

As equipes se enfrentam às 22 horas desta quarta-feira, em confronto que será realizado no Maracanã e vale vaga no grupo 2 da Libertadores, que tem Independiente del Valle, do Equador; San Lorenzo, da Argentina; e Unión Española, do Chile.

Divulgação/Botafogo F. R.
Goleiro alvinegro impediu dois gols das 14 cobranças que tentou defender (foto: Vitor Silva/SSPress)

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade