Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Bartomeu não se preocupa com caso Neymar: “Será apenas uma história”

Barcelona (Espanha)

No último mês, a polêmica envolvendo os reais valores da contratação de Neymar pelo Barcelona atraiu as atenções de todo o planeta, instalou uma crise no clube catalão e obrigou o então presidente azul-grená, Sandro Rosell, a renunciar ao cargo. Nesta sexta-feira, porém, o novo ‘chefão’ do Barça, Josep Maria Bartomeu, adotou um tom ‘blasé’ quando questionado sobre as novidades do assunto.

Na última quinta-feira, foi confirmado que o clube vai responder à acusação de Neymar como pessoa jurídica. Para o dirigente, a postura do Barça permanecerá intacta. “A reação é a mesma. Estamos muito seguros do que fizemos. Estamos bem assessorados e tranquilos. O Barcelona sempre foi exemplar com a Fazenda. Quando chamarem, vamos explicar a contratação de Neymar. Não há nenhuma irregularidade, vamos defender os nossos interesses”, disse Bartomeu, em entrevista ao Estudio Estadio de Teledeporte.

O mandatário ainda minimizou os danos causados pela polêmica e disse que, no que dependesse de sua vontade, faria tudo novamente. “No fim, tudo será apenas uma história, voltaria a fazer tudo da mesma maneira. Neymar é um dos melhores jogadores do mundo. Nós dominamos o futebol, e com sua chegada, teremos mais chances de seguir dominando. Junto com Messi, esperamos que Neymar nos ajude a conseguir muitas coisas”, decretou.

AFP
Presidente do Barça, Josep Maria Bartomeu minimizou os efeitos da crise causada pela polêmica envolvendo Neymar

Neymar se transferiu ao Barça em julho do ano passado, após conquistar o tetracampeonato da Copa das Confederações com a Seleção Brasileira. Na época, os valores não foram divulgados, mas, meses depois, o até então diretor Josep Maria Bartomeu revelou que o negócio custou 57 milhões de euros (cerca de R$ 180 milhões). Este valor, então, passou a ser adotado como oficial até mesmo pelo até então presidente do Barça, Sandro Rosell.

Porém, há pouco mais de um mês, um sócio do clube catalão acusou o mandatário de desviar 40 milhões de euros (cerca de R$ 130 milhões, na cotação atual) a uma empresa do pai de Neymar durante a transação. Ainda segundo a acusação, devem ser contabilizadas as luvas recebidas pelo craque, as parcerias sociais e de marketing, e o acordo de prioridade com o Santos, que elevariam os valores da transferência aos 86,2 milhões de euros (R$ 284,5 milhões). A polêmica está sendo investigada pela Justiça Espanhola, e fez com que Sandro Rosell renunciasse à presidência do clube de Camp Nou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade