Futebol - ( )

Bruno Henrique promete raça para se adaptar rapidamente ao Corinthians

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Alexandre Pato ficou pouco mais de um ano no Corinthians sem conseguir exibir dentro de campo a garra cobrada nas arquibancadas. Apresentado nesta terça-feira e alvinegro desde criança, Bruno Henrique promete não ter a mesma dificuldade do agora são-paulino atacante.

“A responsabilidade é muito grande, muito maior”, disse o volante, comparando seu novo time ao anterior, a Portuguesa. “Eu já tive cobrança até dos meus familiares, que são corintianos. Eu também sou, tem muito corintiano no norte do Paraná. Espero corresponder com muita vontade e muita raça.”

Bruno Henrique admitiu ainda não estar habituado aos novos companheiros. Ele só conheceu um pouco mais Jadson, com quem trabalhou a parte física nos últimos dias. Foi apenas nesta terça que ele realizou um treinamento com bola ao lado dos demais jogadores.

Divulgação/Agência Corinthians
Bruno Henrique usou a palavra "raça" várias vezes em sua apresentação (foto: Daniel Augusto Jr.)
“A negociação demorou, mas só estou aqui há cinco dias. Ainda estou me adaptando”, comentou o atleta de 24 anos, antes de repetir o que o separa do carinho dos torcedores. “Quero crescer profissionalmente com muita vontade e muita raça. Vou procurar me adaptar o mais rapidamente possível.”

O volante disse entender o período de reformulação por que passa o Corinthians e prometeu fazer a sua parte na construção de um “grupo forte”. Ele se colocou à disposição para trabalhar na cabeça da área, embora seja segundo homem de meio-campo, e, questionado sobre o assunto, apontou na cobrança de falta uma de suas boas qualidades.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade