Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Cautelosos, jogadores do Vasco atentam para armas do Nova Iguaçu

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

O Vasco segue se preparando para o confronto às 17 horas deste domingo, contra o Nova Iguaçu, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, pela sétima rodada do Campeonato Carioca. Na segunda colocação com 14 pontos, apenas dois atrás do líder Flamengo, e tendo vencido seus últimos quatro compromissos, o Cruz-Maltino é considerado favorito.

Apesar deste favoritismo, os vascaínos entendem que é preciso ligar o sinal de alerta, pois reconhecem no Nova Iguaçu os méritos de um time que, na quinta colocação, com 11 pontos, está rigorosamente no páreo por uma vaga na próxima etapa. A começar pelo técnico Adilson Batista, todos no Vasco estão adotando um discurso bem cauteloso.

"O Nova Iguaçu está bem colocado na tabela de classificação e briga por vaga nas semifinais. Com certeza vamos encontrar muitas dificuldades neste confronto, pois o time deles está bem armado. O Campeonato Carioca tem partidas muito difíceis e tenho percebido isso nos jogos que tenho acompanhado, mesmo sem ser os do Vasco. Portanto, estou esperando um duelo muito complicado", disse Adilson.

O zagueiro Rodrigo faz coro aos companheiros. "Nós devemos analisar sempre o que o adversário tem conseguido fazer no Campeonato Carioca e o Nova Iguaçu já mostrou que montou um time competitivo para este torneio, tanto que não está, por acaso, lutando por uma vaga nas semifinais. Portanto, o Vasco precisa ligar o sinal de alerta o mais rapidamente possível para não ser surpreendido", afirmou.

Pensamento parecido tem o atacante Edmilson. "Vamos enfrentar um adversário que demonstrou que tem qualidade, que vem conseguindo se impor contra as equipes consideradas de menor investimento e que tem feito bem a sua parte dentro de campo. Portanto, todo cuidado é pouco. Mas o Vasco também vem conseguindo desempenhar bem seu papel e estamos confiantes em mais um resultado positivo", disse o artilheiro.

Em termos de escalação, Adilson Batista ainda não divulgou o time que vai a campo, mas já sabe que não pode contar com o volante argentino Pablo Guiñazú, que foi advertido com o terceiro cartão amarelo na vitória de 2 a 1 sobre o Volta Redonda e terá que cumprir suspensão. Assim, Aranda entra em seu lugar. Quem pode ser relacionado, inclusive com chances de ser titular, é o meia colombiano Montoya, recuperado da lesão no glúteo sofrida há uma semana. Já o lateral esquerdo Marlon, com edema na coxa direita, ainda está fora de combate. Ainda em Pinheiral, o elenco participa de um trabalho recreatrivo na manhã deste sábado e depois a delegação segue para Volta Redonda.

Fora de campo a diretoria ainda segue procurando reforços para a sequência da temporada, mesmo depois de confirmar a contratação do meia Douglas, que estava no Corinthians e que foi liberado. O jogador foi indicado por Adilson Batista e é visto como importante, principalmente, para a Série B do Campeonato Brasileiro, que começa em abri

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade