Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Com dois de Geuvânio, Santos bate Comercial e assume melhor campanha

Santos (SP)

O Santos se transformou no time de melhor campanha neste Campeonato Paulista ao vencer o Comercial por 2 a 0, na noite desta terça-feira. O destaque do Peixe na Vila Belmiro foi o garoto Geuvânio, que marcou os dois gols do triunfo.

Assim, o Peixe chegou aos 19 pontos no Estadual, com seis vitórias e um empate, na liderança isolada do grupo C do campeonato. A pontuação é igual à do Palmeiras, primeiro colocado do grupo D, mas o Alvinegro leva vantagem nos critérios de desempate e, por isso, é o dianteiro na classificação geral.

A partida marcou a estreia do novo uniforme do Santos, na cor amarela, com detalhes em preto. Já o time de Ribeirão Preto não conseguiu se reerguer no primeiro compromisso sob o comando de Vagner Benazzi, substituto do demitido Toninho Cecílio, e segue em quarto lugar no grupo A, com quatro pontos, na zona de rebaixamento do Estadual.

Na próxima rodada do Paulistão, o Santos atuará contra o Penapolense, no domingo, no estádio Tenente Carriço. Já o Comercial buscará a reação contra o São Bernardo, no sábado, no Palma Travassos.

Ricardo Saibun/Santos FC
O camisa 10 Geuvânio marcou os dois gols do Peixe na partida contra o Comercial, na Vila Belmiro
O jogo - O Santos começou a partida investindo em jogadas com Leandro Damião, mas foi um jovem atleta do clube que balançou as redes. Logo aos 12 minutos, Cicinho fez excelente passe na direita para Geuvânio, que deixou o marcador no chão com um belo drible na área e tocou na saída do goleiro para balançar as redes.

Pouco depois, Damião ganhou jogada dentro da área, mas bateu fraco e facilitou o trabalho da defesa. Na sequência, o Comercial se sentiu na obrigação de responder e conseguiu segurar na bola na frente por alguns instantes. No entanto, os cruzamentos passavam em frente à meta de Aranha sem que algum atacante do time do interior aproveitasse.

Assim, sem sofrer sustos nos avanços, o Peixe deixou a comodidade de se defender e voltou a ditar o ritmo do jogo, com Damião buscando as jogadas, como no instante em que quase complicou o adversário ao pressionar Edimar na área. Na jogada seguinte, Geuvânio reapareceu pegando rebote de cobrança de falta e arrematou por cima.

Porém, ainda havia tempo para mais um gol no primeiro tempo. Aos 39, o lateral esquerdo Mena roubou a bola na defesa e tocou para Leandro Damião, que arrancou desde antes do meio-campo e, ao chegar perto da área, tocou na esquerda para Geuvânio. O garoto teve tranquilidade para chutar rasteiro e ampliar a vantagem.

Arte GE.Net
No intervalo, o técnico Vagner Benazzi tirou Cassiano Bodini para colocar Edson. Na primeira chance da etapa, Marcone bateu falta de longe e obrigou Aranha a defender. Na resposta dos mandantes, também em cobrança de falta, Thiago Ribeiro rolou para Cícero, que arrematou rasteiro, nas mãos do goleiro Marcelo Henrique.

Entretanto, o time do interior continuou se aventurando na frente. Edson recebeu cruzamento da direita e, sem marcação, cabeceou para fora, desperdiçando boa chance. Na jogada seguinte, Wilian Simões arriscou da intermediária e obrigou Aranha a defender.

Do outro lado, um lance polêmico. Leandro Damião caiu em disputa com o marcador e pediu pênalti, mas o árbitro discordou e deu cartão amarelo ao santista. Quando o Comercial ainda sonhava com a reação, sofreu uma baixa. Wilian Simões, que já tinha cartão amarelo, tocou a mão na bola no meio-campo e foi expulso, aos 23 minutos.

Com isso, Benazzi foi obrigado a tirar Cacá e recompor o time com Patrick. A vantagem no placar e no número de jogadores fez o Peixe diminuir o ritmo, trocando passes no meio-campo, o que irritou a torcida. Assim, Oswaldo tirou Alan Santos e colocou o atacante Gabriel. Mas o clube da casa não tinha necessidade de se esforçar demais e administrou bem o triunfo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade