Futebol/Campeonato Gaúcho - ( - Atualizado )

Com gol no fim, Inter bate Pelotas e mantém 100% no Gauchão

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

O Internacional manteve os 100% de aproveitamento no Campeonato Gaúcho. Com um gol de Ernando aos 46 do segundo tempo, o Colorado bateu o Pelotas por 1 a 0 e chegou à sexta vitória em seis jogos no estadual.

Com quatro jogadores do time sub-23, os reservas do Inter tiveram bastante trabalho em um primeiro tempo equilibrado, mas no qual as melhores chances foram do Pelotas. Na etapa final, ao contrário, foi o Colorado que criou as oportunidades mais claras para obter a vitória.

O Inter segue líder folgado do Grupo A do Gauchão, com 18 pontos, enquanto o Pelotas é o penúltimo do Grupo B, com 4 pontos. No final de semana, ambos encaram seus arquirrivais, nos clássicos Gre-Nal e Bra-Pel, que ocorrerão na Arena do Grêmio e na Boca do Lobo, respectivamente.

O jogo – Sem Eduardo Sasha, com uma virose, o técnico Abel Braga apostou em Aylon no ataque ao lado de Wellington Paulista. Além, outros três jogadores da equipe sub-23 reforçaram os reservas do Inter na Boca do Lobo: os laterais Cláudio Winck e Raphinha e o volante Gladestony.

A primeira etapa foi movimentada e equilibrada. Logo a um minuto, Índio quase marcou de cabeça em cruzamento de Gladestony, mas a bola bateu na zaga. Aos 11, Otávio aproveitou erro da zaga do Pelotas, mas demorou demais e não conseguiu a conclusão. O time da casa começou a se impor aos 22, em chute cruzado perigoso de Lucas. Aos 24, Pedrão quase marcou de cabeça após escanteio. Dois minutos depois, Agenor fez duas grandes defesas em sequência, impedindo o gol do time da casa.

Divulgação/Site Oficial
O Inter precisou de um gol nos últimos minutos, mas garantiu os 100% no Campeonato Gaúcho
Passada a pressão, o Inter se tranquilizou e retomou o controle do jogo. Aos 32, Aylon deu bom passe para Augusto, que acertou a rede pelo lado de fora. Aos 38, foi Aylon quem recebeu passe na área, desta vez de Wellington Paulista, mas Paulo Sérgio pegou. Nos descontos, foi o Pelotas que quase abriu o placar: Jefferson bateu falta com perigo e quase marcou um golaço.

Na largada do segundo tempo, Paulo Sérgio salvou o Pelotas após chute à queima-roupa de Wellington Paulista. O Pelotas exerceu dominação territorial nos minutos seguintes, mas o Inter chegava com mais perigo. Aos 15, Cláudio Winck quase marcou: soltou uma bomba de fora da área que passou muito perto. Ainda melhor, o Colorado quase marcou aos 30, quando Paulo Sérgio fez duas defesas em chutes de Caio e Augusto.

O Pelotas esboçou uma pressão nos minutos finais, mas não conseguiu ter chances claras. Aos 46, o gol colorado: após falha da defesa do Pelotas em cobrança de escanteio, Ernando aproveitou e marcou o gol da vitória.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade