Futebol/Copa Libertadores da América - ( - Atualizado )

Com Jorge Fossati e ‘estrelas’, Peñarol estreia na Libertadores

Montevidéu (Uruguai)

Pentacampeão da Copa Libertadores da América, o Peñarol se consolidou ao longo do Século XX como um dos clubes mais tradicionais do futebol mundial. Em busca de aumentar ainda mais seu currículo de vitórias, o time aurinegro estreia na edição deste ano da competição continental nesta quarta-feira, às 19h45 (de Brasília), quando mede forças com Deportivo Anzoátegui (Venezuela), no Estádio General Anzoátegui.

Ao lado do Boca Juniors, o Peñarol é o clube que mais vezes chegou a final da Libertadores, totalizando dez disputas pelo título. Na última delas, em 2011, acabou derrotado pelo Santos. Para alcançar mais uma decisão, a agremiação uruguaia acertou contratação do treinador Jorge Fossati, que comandou o Internacional até as semifinais na campanha que resultou no troféu do torneio, em 2010.

Além de Fossati, o time aurinegro tem como trunfos os experientes Darío Rodríguez, de 39 anos, e Marcelo Zalayeta, de 35 anos. Apesar de completar 40 anos ainda nesta temporada, Rodríguez (ex-Schalke 04) segue como principal líder do setor defensivo do Peñarol, enquanto Zalayeta (ex-Juventus) é a referência no campo de ataque.

Dúvida para o jogo até esta terça-feira, o meio-campista Jorge Rodríguez está confirmado entre os titulares. Caso não haja nenhuma surpresa, o Peñarol será escalado com: Juan Castillo; Carlos Valdez, Darío Rodríguez, Damián Macaluso; Baltasar Silva, Marcel Novick, Sergio Orteman, Pablo Lima; Antonio Pacheco e Jorge Rodríguez; Marcelo Zalayeta.

O embate entre Peñarol e Deportivo Anzoátegui é válido pelo Grupo 8, que ainda conta com o Arsenal de Sarandí (Argentina) e Santos Laguna (México). Nesta terça-feira, o time mexicano e a equipe argentina abrem a rodada da chave às 22h15 (de Brasília), no estádio Corona.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade