Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Contra o Madureira, Flamengo registra o pior público do novo Maracanã

Rio de Janeiro (RJ)

Reservas em campo, partida transmitida pela TV aberta, relativo desinteresse com o Campeonato Carioca... Uma porção de fatores fez com que a torcida flamenguista não se empolgasse com o duelo contra o Madureira, que foi disputado nesta quarta-feira. Assim, apenas 2.487 pagantes testemunharam a vitória por 2 a 0 no Maracanã, público que é o menor após a recente reforma do estádio.

Além do recorde negativo, a marca é menos que a metade do último pior público, já que quase 6 mil pessoas presenciaram a partida entre Fluminense e Resende, também neste Campeonato Carioca. Os ingressos caros – entre R$ 60 e R$ 160 para não sócios-torcedores – afastaram os rubro-negros da partida desta quarta-feira e a renda foi pouco maior que R$ 117 mil.

O preço dos ingressos vem sendo debatido constantemente no Flamengo, já que boa parte dos torcedores defendem que os valores cobrados sofreram aumentos abusivos e não condizem com a realidade. Na final da Copa do Brasil do ano passado, por exemplo, os preços cheios variavam entre R$ 250 a R$ 800. Ainda assim o duelo registou o maior público do novo Maracanã ao receber quase 60 mil pagantes.

O próximo compromisso do Flamengo no estádio deve atrair muito mais do que a partida contra o Madureira. Às 22 horas desta quarta-feira, o Rubro-Negro conta com a força de sua torcida para encarar o Emelec, do Equador, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. Antes disso, porém, os comandados de Jayme de Almeida enfrentam neste sábado o Resende, fora de casa, pelo Campeonato Carioca.

Alexandre Vidal/Fla Imagem
Apesar da pequena torcida presente, reservas rubro-negros deram conta do recado e venceram Madureira

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade