Ftuebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Dinamite não tentará reeleição, mas fala em "dar continuidade" ao trabalho

Rio de Janeiro (RJ)

Muito criticado pela oposição e por grande parte da torcida cruz-maltina, o atual presidente do Vasco, Roberto Dinamite, garante que não será candidato nas eleições que serão realizadas no clube neste ano. No comando do Gigante da Colina desde 2008, o mandatário ainda teria direito a mais uma reeleição, mas prefere não entrar na disputa, atuando nos bastidores para eleger seu sucessor.

“Não posso dizer se será em junho ou novembro, pois é uma decisão que ainda não foi tomada. Mas não vou ser candidato”, declara o ídolo ao canal CNT. Apesar de não participar do pleito, Dinamite afirma que deve apoiar o candidato da situação e fala em “dar continuidade” ao trabalho.

Divulgação/Vasco da Gama
Presidente deve apoiar candidato nas eleições presidenciais do Vasco neste ano

“A política do Vasco é diferente em relação aos outros clubes e isso é um grande problema. As coisas têm uma ressonância maior quando acontecem dentro do Vasco. Às vezes, coisas internas do clube saem na mídia. Mas estamos dando um rumo ao Vasco e quero dar continuidade ao trabalho. Estamos trabalhando duro para ver o Vasco equilibrar sua vida financeira, mas para isso precisa ter tranquilidade”, comenta o presidente.

Durante a gestão de Roberto Dinamite, o Gigante da Colina conquistou o inédito título da Copa do Brasil de 2011. O período, porém, ficou marcado por dois rebaixamentos para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro, em 2008 e 2013.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade