Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Dinamite reclama de gol anulado: “Auxiliar tinha tudo para validar”

Bruno Ceccon e Helder Júnior São Paulo (SP)

Famoso pelos gols marcados, o ex-centroavante Roberto Dinamite viu um tento legítimo do Vasco ser ignorado no clássico diante do Flamengo, disputado no último domingo. Ainda insatisfeito, o presidente do time cruzmaltimo reclamou da arbitragem.

Com o placar inalterado, o meia Douglas, contratado recentemente junto ao Corinthians, cobrou uma falta de maneira certeira. A bola tocou o travessão defendido por Felipe e quicou mais de 30 centímetros dentro do gol, mas o árbitro Eduardo Cordeiro e o auxiliar Rodrigo Castanheira, posicionado na linha de fundo, mandaram o jogo seguir.

“Dizer simplesmente que foi um erro é muito fácil. Somos seres humanos e entendemos que podemos errar, mas o árbitro auxiliar tinha tudo para validar o gol, porque estava muito próximo. Só se ele tem problema de visão. Mas achamos que não tem e estamos muito chateados”, afirmou Dinamite nesta segunda-feira, em São Paulo.

Para vencer a partida por 2 a 1, o Flamengo contou com um acerto do auxiliar do lado oposto do gramado, que foi capaz de perceber a entrada da bola no gol depois de uma falta cobrada pelo meia Elano, o que aumentou a revolta por parte dos vascaínos.

“O árbitro auxiliar fica ali para acompanhar lances como esse. Ele estava a dois metros da jogada e não validou o gol. Do outro lado, contra o Vasco, em uma situação até mais difícil, porque a bola estava no ar, o gol foi marcado. Se nosso gol fosse validado, ficaríamos em vantagem e com boas chances de vencer”, afirmou Dinamite.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Roberto Dinamite e Luiz Felipe Scolari participaram de evento publicitário em São Paulo nesta segunda-feira
Derrotado pelo maior rival com um equívoco da arbitragem, o Vasco já manifestou oficialmente sua insatisfação. De acordo com Roberto Dinamite, o clube espera receber algum tipo de retorno da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) e da comissão de arbitragem.

“Queremos uma explicação para a atitude e para o comportamento do auxiliar que tinha a função de comunicar o gol ao árbitro. A nós, não cabe nada além disso: mostrar nossa insatisfação. Vencendo, ficaríamos a um ponto do líder da competição. Mas o lance do gol nos tirou essa possibilidade. É lamentável”, protestou.

A jogada que marcou o clássico disputado no Maracanã reforça a tese dos defensores do uso da tecnologia para decidir os lances polêmicos no futebol. Questionado sobre o tema, Dinamite não demonstrou grande empolgação. “Tudo é válido para que as pessoas possam estar mais bem preparadas”, disse.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade