Futebol/Campeonato Goiano - ( - Atualizado )

Diretor de futebol do Goiás rebate críticas de presidente do Dragão

Goiânia (GO)

O diretor de futebol do Goiás, Marcelo Segurado, rebateu as acusações feitas pelo presidente do Atlético-GO, Valdivino de Oliveira, que apontou os árbitros Cleber Vaz e Fábricio Nery como pertencentes ao time ‘Meninos do Goiás’, o que facilitaria a vida do clube esmeraldino dentro de campo, prejudicando os rivais. “Eu o conheço e ele quer jogar pressão na arbitragem, atitude comum nesse meio”, disse Segurado ao portal 730, de Goiânia.

Marcelo classificou a atitude do mandatário rubro-negro como prática antiga no futebol e afirmou que isso não cabe mais atualmente. “Não vamos polemizar, mas usar o nome do Goiás, sendo presidente de uma instituição tão grande como é o Atlético, é, no mínimo, deselegante”.

Segurado não discorda que os juízes do Campeonato Goiano estão deixando a desejar. No entanto, ainda segundo ele, da mesma forma que o Verdão já foi beneficiado por erros da arbitragem, também já saiu de campo prejudicado com as marcações equivocadas.

“Não tenho receio, a gente sabe da qualidade dos árbitros goianos. Têm problemas como todos no Brasil, erram e acertam. Acho que está sendo reformulado. Às vezes, saímos insatisfeitos e isso é comum. Não podemos deixar que essa declaração seja uma forma de intimidação”, finalizou Marcelo Segurado.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade