Futebol/Liga dos Campeões da Europa - ( - Atualizado )

Em jogo emocionante, Bayern bate Arsenal fora e larga na frente

Londres (Inglaterra)

Dois pênaltis perdidos, goleiro expulso e muita emoção: foi assim que o Bayern de Munique confirmou seu favoritismo e venceu o Arsenal por 2 a 0, na tarde desta quarta-feira, no Emirates Stadium. Agora, o time alemão está na frente nas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa.

Bayern e Gunners só voltarão a se enfrentar dia 11 de março, desta vez na Allianz Arena. Antes, os comandados do técnico Pep Guardiola medem forças com o Hannover 96, neste domingo, pelo Campeonato Alemão. No sábado, os ingleses recebem o Sunderland, pela Premier League.

AFP
Goleiro Szczesny fez pênalti em Robben e ainda foi expulso, facilitando trabalho do Bayern (foto: GLYN KIRK)
O jogo: time a ser batido nesta temporada europeia, o Bayern de Munique não se intimidou com o Emirates Stadium e, logo nos primeiros 15 minutos, impôs seu ritmo de jogo com o tradicional domínio da posse de bola do técnico Pep Guardiola.

Logo aos três minutos, Kroos arriscou de fora da área e obrigou Szczesny a se esticar todo para evitar que a bola entrasse no ângulo. Mas o Arsenal, muito empolgado para voltar a ser grande na Europa, também não se intimidou e aproveitou o embalo da torcida para pressionar.

Aos três, por exemplo, o desajeitado Sanogo participou de confusão na grande área e achou espaço para chutar. Neuer, sempre seguro, espalmou e viu os seus colegas afastarem o perigo. A equipe inglesa cresceu e teve mais uma chance de abrir o placar logo na sequência.

Özil invadiu a área pela esquerda e acabou sendo derrubado por Boateng. Na cobrança de pênalti, o próprio alemão bateu, mas se arrependeu por escolher o meio do gol, onde Neuer teve tempo de sobra para defender com a mão direita e impedir o primeiro tento.

Aos poucos, os comandados de Guardiola foram se soltando e concentrando cada vez mais a posse, principalmente pela direita. E o resultado veio aos 36, quando Robben sofreu pênalti de Szczesny, que foi expulso. Na cobrança, Alaba repetiu Özil, mandando a bola na trave.

Com um homem a mais em campo, o Bayern voltou ao segundo tempo com algumas mudanças – Rafinha no lugar do amarelado Boateng foi uma delas. E, logo aos nove, Kroos recebeu bola na entrada da área, mandou de primeira e acertou o ângulo esquerdo de Fabiánski, abrindo o placar visitante.

AFP
Kroos (no meio) abriu caminho para a vitória do Bayern com golaço de fora da área (foto: GLYN KIRK)
Depois do gol, o Bayern se tranquilizou e começou a rodar a bola nas proximidades da área do Arsenal, administrando a vantagem mínima e, ao mesmo tempo, buscando espaços na desfalcada defesa dos Gunners. Já aos 42, Lahm cruzou para Müller cabecear com tranquilidade e definir: 2 a 0.

Nos acréscimos, Kroos, homem do duelo, resolveu arriscar de fora da área novamente e acertou a trave esquerda de Fabiánski, quase definindo o mata-mata de vez. Mesmo assim, a torcida bávara voltou para Munique comemorando a provável classificação para as quartas.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade