Futebol/Campeonato Mineiro - ( - Atualizado )

Estreante, técnico do Coelho reconhece má atuação e promete trabalho

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

A estreia do técnico Moacir Júnior no comando do América-MG não foi da forma que ele esperava. O Coelho não conseguiu atuar bem e frustrou o treinador, esperava um rendimento bem melhor em campo, embora tenha tido pouco tempo para preparar a equipe.

"Procuramos ajustar a equipe mais na conversa do que no treino. Esperávamos um resultado melhor, mesmo com o pouco tempo que tivemos. Ninguém imaginava sair daqui sem os três pontos. Mas a instabilidade pela qual passa o time acaba gerando intranquilidade, e acabamos tomando o gol na bola parada, quase no fim da partida”, lamentou.

Moacir Júnior só vê um caminho a seguir para reverter a situação. Segundo ele, somente com trabalho é que a equipe vai voltar apresentar um bom futebol. Nesta segunda-feira a equipe começa a se preparar para o clássico contra o rival Atlético-MG no domingo. Os jogadores reservas fazem jogo-treino contra a equipe B do Cruzeiro, na Toca da Raposa.

“É preciso ter tranquilidade, porque é um campeonato perigoso. E, agora, é trabalhar durante a semana. Nesta segunda tem jogo-treino com o Cruzeiro, para avaliarmos finalmente todo plantel e depois do jogo-treino fazermos uma análise completa para redirecionarmos o time do América-MG na competição”, declarou Moacir Júnior que evitou culpar alguém pelo revés em Sete Lagoas.

“Não adianta tentar colocar a culpa em A ou B e nesta hora aparece muita gente só para criticar. Vamos todos juntos buscar soluções para os problemas. Não adianta ficar lamentando esse jogo. Temos que ver o que erramos e temos consciência dos nossos erros. O que precisamos melhorar, com muita determinação e união, será melhorado. Quando a situação está difícil temos que nos multiplicar em busca das soluções”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade