Futebol/Campeonato Carioca - ( )

Exaltando reação, J. Wagner vê Bota "encostando" aos poucos

Volta Redonda (RJ)

Vaiado e aplaudido na noite deste domingo, em Volta Redonda (RJ), o experiente Jorge Wagner foi destaque do Botafogo na vitória de virada sobre o Duque de Caxias, por 2 a 1. ‘Desculpando’ os torcedores do Raulino de Oliveira, o meia destacou a insistência alvinegra.

“A gente sabe que o torcedor quer vir ao estádio e ver o melhor. A gente estava jogando contra uma equipe disposta a buscar o gol, a gente também passa por dificuldades. Mas temos que continuar até o final, tem que insistir”, disse o autor do segundo gol visitante.

Divulgação/Botafogo F. R.
Vaiado inicialmente, Jorge Wagner cobrou pênalti que deu vitória ao Bota sobre o Duque de Caxias
Quando o relógio já marcava 45 minutos do segundo tempo, Jorge Wagner cobrou pênalti com categoria e protagonizou a virada. “Temos que cobrar pênaltis com muita consciência, porque todo mundo está preparado para defender. Graças a Deus fiz o gol da vitória”, comemorou.

Sobre a atuação da equipe, Jorge Wagner reconheceu as irregularidades, mas culpou a falta de tempo e prometeu melhoras. “É início de temporada, fizemos poucos jogos, então é claro que vamos ter dificuldades, cada jogo é diferente. E todo mundo que jogar contra a gente já sabe como jogamos”, defendeu-se.

O triunfo sobre o Duque fez o Bota subir para a oitava colocação do Campeonato Carioca. Com 11 pontos, os alvinegros voltarão a campo na quinta-feira que vem, quando receberão o próprio Volta Redonda, no Maracanã.

“Ainda existe distância, mas, com mais três pontos, vamos encostando. Ia ficar mais difícil conseguir a classificação sem uma vitória hoje (domingo)”, analisou Jorge Wagner, referindo-se aos quatro tentos que separam o Botafogo do rival Vasco, que fecha a zona de classificação aos mata-matas.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade