Futebol/Campeonato Mineiro - ( - Atualizado )

Fábio admite jogo ruim contra a Caldense, mas aposta em evolução

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O goleiro Fábio, um dos líderes do time do Cruzeiro, admite que o time não foi bem no duelo contra a Caldense, mas o jogador entende que falta de condição física e o gramado do estádio de Poços de Caldas prejudicaram o futebol da Raposa. Apesar dos problemas, Fábio também admitiu que a Veterana soube anular as peças do time da capital.

“São várias coisas que dificultaram, como o gramado, por exemplo, que a gente não está acostumado a jogar e treinar. Mas não podemos tirar o mérito do treinador da Caldense e dos seus jogadores. É uma equipe de qualidade e velocidade, que criou várias oportunidades. Acho que o jogo foi equilibrado. Nós ainda temos muito a acrescentar”, comentou.

Mesmo com pouco tempo de preparação, o Cruzeiro já começa a viver a rotina de jogos com intervalos de tempo muito pequeno. Na quarta, o adversário será o Villa Nova e no próximo domingo, clássico contra o América e na sequência a estreia na Libertadores diante dos peruanos do Real Garcilaso. Fábio entende que é preciso somar pontos no Estadual para ganhar confiança na busca pelo tricampeonato da América.

“Temos que pensar na sequência. Temos que pontuar no Campeonato Mineiro e, principalmente, fazer bons jogos. Isto vai nos proporcionar mais tranquilidade para jogar a Libertadores na altitude. Então a gente tem que usufruir nestes jogos do Mineiro para chegar bem na altitude”, declarou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade