Futebol/Campeonato Mineiro - ( - Atualizado )

Falta de entrosamento é citada por atletas do Atlético-MG após derrota

Juiz de Fora (MG)

Os jogadores do Atlético-MG seguiram a linha de Renê Weber ao comentar a derrota por 2 a 0 para o Tupi em Juiz de Fora. A falta de entrosamento foi apontada como o principal problema de um time que jogou sem seus titulares e até sem o técnico, em viagem à Venezuela para a estreia na Copa Libertadores.

“É um time que não vinha jogando. Os meninos da base foram guerreiros, mas é complicado jogar em um campo grande assim, em um jogo desses”, afirmou o goleiro Lee. “Foi o desentrosamento. Demos o máximo”, concordou o meio-campista Lucas Cândido.

O Atlético-MG até teve oportunidades depois de vacilar e permitir que o adversário abrisse o placar no primeiro tempo. Leonardo e Marion participaram das jogadas mais perigosas, mas não balançaram a rede e viram os donos da casa matarem o jogo em um contra-ataque que gerou um pênalti, já nos acréscimos.

“É complicado explicar o motivo de uma derrota. Acho que fizemos um bom primeiro tempo. No segundo, saímos um pouco mais para o jogo, e eles acabaram encontrando um gol no finalzinho da partida”, comentou Leonardo.

De volta de um período de empréstimo ao Vasco, André voltou a defender o Atlético-MG e não foi eficiente. Participou pouco e finalizou mal quando teve oportunidade. “Faltou caprichar um pouco para o gol sair, mas o time jogou bem até”, disse o atacante.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade