Futebol/Libertadores - ( - Atualizado )

Flamengo recebe Emelec em busca da primeira vitória na Libertadores

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Após estrear sendo derrotado pelo León por 2 a 1, no México, o Flamengo busca a sua primeira vitória na Copa Libertadores nesta quarta-feira quando recebe o Emelec no Maracanã, em confronto que fecha a segunda rodada do Grupo 7.

O time brasileiro segura a lanterna da chave, sem ter pontuado, enquanto os equatorianos somam três pontos, já que começaram a caminhada batendo o Bolívar por 2 a 1. O León lidera com quatro pontos. Dessa maneira, um novo tropeço pode começar a complicar a vida do Rubro-Negro e trazer à tona fantasmas do passado, como em 2012, quando o time foi eliminado na fase de grupos pelo próprio Emelec.

O momento do Flamengo, porém, é agradável. No fim de semana o time derrotou o Resende por 3 a 0 e lidera com tranquilidade o Campeonato Carioca. Portanto, existe um certo otimismo no ar. O técnico Jayme de Almeida, por exemplo, acredita que a equipe está conseguindo crescer aos poucos na temporada.

Alexandre Vidal/Fla Imagem
Na primeira rodada da fase de grupos, Flamengo acabou derrotado por 2 a 1 para o León, do México
"Atingiremos mais na frente o que consideramos ideal. Mas tenho convicção de que vamos apresentar diante do Emelec um futebol melhor do que mostramos contra o León, na estreia, quando fomos derrotados por diversos fatores. Jogando no Rio de Janeiro, com o apoio dos nossos torcedores, a tendência é a coisa caminhar bem", disse o treinador.

Na visão dos jogadores do meia Elano, a necessidade de vitória contra o Emelec fará o time entrar ligado em campo, procurando acuar o adversário em seu campo desde os primeiros minutos. E, apesar do respeito ao time equatoriano, a responsabilidade de vencer a partida é do Rubro-Negro, que precisa conduzir as ações.

"Vamos precisar tomar a iniciativa do confronto desde os primeiros minutos, sem dar espaço para que o nosso adversário comece a gostar do jogo e tente se impor. O Emelec vem para jogar no nosso erro e não podemos deixar que tenha sucesso", alertou o meio-campista.

Em termos de escalação, o técnico Jayme de Almeida ainda não sabe se poderá contar com o atacante Hernane. O jogador se recuperou de admigdalite e voltou a treinar normalmente na última segunda, quando recebeu uma tentadora proposta do chinês Shanghai Shenhua. Caso realmente se transfira, o Brocador terá que acertar os últimos detalhes e poderia ser liberado deste jogo.

Quem não pode ser escalado é o volante Amaral, que foi expulso contra o León e terá que cumprir suspensão. Sendo assim, Muralha ganha a chance de comerçar jogando.

Alexandre Vidal/Fla Imagem
Treinador do Urubu promete que seus comandados terão melhor atuação do que na estreia
Pelo lado do Emelec, o técnico Gustavo Quinteros demonstra otimismo para a partida contra o Flamengo. Isso porque no fim de semana o time bateu o rival Barcelona por 2 a 1 pelo Campeonato Equatoriano, onde figura em segundo lugar. O triunfo no clássico deixou o ambiente da equipe de Guayaquil nas alturas.

"O Emelec vem mostrando em nosso torneio local como na Copa Libertadores que pode ter uma temporada muito positiva. O que está acontecendo não caiu do céu e é sim fruto de um trabalho intenso de todos os envolvidos neste processo. Somos um grupo determinado e sabemos o que queremos. Isso torna a nossa equipe difícil de ser batida, inclusive no Maracanã". disse Quinteros, que não quis confirmar o time que vai mandar a campo, mas pela delegação que desembarcou no Rio de Janeiro o time será o mesmo que bateu o Bolívar.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO-BRA X EMELEC-EQU

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro-RJ
Data: 26 de fevereiro de 2014 (Quarta-feira)
Horário: 22h(de Brasília)
Árbitro: Nestor Pitana (Argentina)
Assistentes: Hernan Maidana (Argentina) e Juan Belatti (Argentina)

FLAMENGO: Felipe, Leonardo Moura, Wallace, Samir e André Santos; Victor Cáceres, Muralha, Everton, Elano e Lucas Mugni; Hernane (Alecsandro)
Técnico: Jayme de Almeida

EMELEC: Esteban Dreer, Carlos Vera, Jorge Guagua, Gabriel Achilier e Oscar Bagüi; Pedro Quiñónez, Fernando Giménez, Ángel Mena e Miller Bolaños; Marcos Caicedo e Denis Stracqualursi
Técnico: Gustavo Quinteros

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade