Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Ganso ressalta “força do grupo” após sair do banco para ser decisivo

São Paulo (SP)

Ainda avesso a entrevistas após virar reserva do São Paulo, o meia Paulo Henrique Ganso falou de forma breve ao site oficial do clube do Morumbi sobre a sua última atuação. Ele foi decisivo ao deixar o banco de reservas e colaborar com a vitória por 3 a 1 sobre o XV de Piracicaba na quarta-feira, no Barão de Serra Negra.

“Fico feliz por entrar e poder ajudar, pois isso mostra a força do nosso grupo”, destacou Ganso. “O elenco é forte e conta com jogadores de qualidade. A gente precisava da vitória fora de casa e, felizmente, tudo deu certo”, complementou.

Desde o início da temporada, o técnico Muricy Ramalho e os jogadores do São Paulo têm dito reiteradamente que é importante respeitar as disputas por posição. Para muitos, a irritação de quem ia para a reserva em 2013 foi uma explicação para o fraco desempenho naquela temporada.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Paulo Henrique Ganso tem se esforçado para recuperar o seu espaço como titular do São Paulo
“Ninguém gosta de ser reserva, mas só podem jogar 11. Eu, por exemplo, comecei jogando, fiquei fora do time, respeitei e voltei. O negócio é seguir firme, trabalhando. Só assim a gente vai formar um grupo forte. Fazer biquinho só complica o ambiente”, ensinou o meio-campista Maicon.

Na manhã desta sexta-feira, o São Paulo trabalhou no CT da Barra Funda sem distinção entre titulares e reservas. Muricy montou três equipes para uma atividade técnica no gramado. A baixa foi o atacante colombiano Pabon, liberado para resolver problemas particulares em seu país.

O final de semana será de folga para o elenco do São Paulo, sem compromisso pelo Campeonato Paulista durante o Carnaval. O time só voltará a jogar – possivelmente com Ganso como titular – contra o Grêmio Osasco Audax, na noite de quarta-feira, no Morumbi.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade