Futebol/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

Grêmio faz 3 a 0 no Atlético Nacional e segue 100% na Libertadores

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

Com uma grande atuação, o Grêmio passou por seu segundo teste no “grupo da morte” da Libertadores. Nesta terça, o Tricolor bateu o forte time do Atlético Nacional por 3 a 0, com gols de Luan, Ramiro e Alán Ruiz, empolgando os 34 mil torcedores que foram à Arena.

O Atlético Nacional começou melhor, mas, embalado por Luan, o Grêmio passou a dominar o jogo a partir dos 20 minutos, marcando seu gol aos 29 e terminando o primeiro tempo superior em campo. O time colombiano partiu para cima em busca do empate no segundo tempo, mas o gol de Ramiro, aos 19, esfriou a pressão e determinou o triunfo gaúcho, completado por um golaço de Alán Ruiz.

Com o resultado, o Tricolor manteve os 100% de aproveitamento na Libertadores, e lidera o “grupo da morte”, com seis pontos. O Grêmio volta a jogar pela Libertadores no dia 13 de março, novamente na Arena, contra o Newell’s Old Boys. O Atlético Nacional, que é vice-líder, com três, enfrentará o Nacional-URU, em Medellín, no próximo dia 11.

AFP
O Grêmio não se intimida com a dificuldade do grupo e tem duas vitórias (Foto: Jefferson Bernardes)
O jogo –Ao contrário da vitória sobre o Newell’s na estreia, o Atlético Nacional não veio a Porto Alegre no esquema 3-4-3, mas no 4-3-3. O time colombiano tomou a iniciativa nos minutos iniciais, mas a primeira chance foi gremista: aos oito minutos, Zé Roberto fez boa jogada e tocou para Wendell, que invadiu a área e chutou por cima. O Nacional respondeu aos 10, em falta batida por Cardona que Marcelo Grohe espalmou com dificuldade.

A partir dos 15 minutos, o Grêmio passou a se impor da partida. Primeiro, as chances eram na bola parada: aos 19, Zé Roberto cobrou falta com perigo por cima. Depois, quando Luan entrou de vez na partida, o gol passou a ser questão de tempo. Aos 22, o garoto tabelou com Barcos, fez fila na defesa colombiana e chutou por cima.

Aos 29, o gol: Ramiro lançou Luan, que encobriu Martínez com categoria e fez 1 a 0 para o Grêmio. O bandeira chegou a marcar impedimento de Riveros no lance, mas o árbitro Patricio Polic, vendo que o paraguaio não participava efetivamente da jogada, validou o gol de forma correta, gerando muitos protestos do Atlético Nacional. O time colombiano quase empatou aos 32, em chute de Cardona na rede pelo lado de fora, após passe de Uribe.

Porém, comandado por mais uma jornada inspirada de Luan, o Grêmio seguiu melhor nos minutos finais. Aos 36, ele recebeu de Zé Roberto e mandou por cima do gol. Aos 45, quase outro golaço: Luan passou de calcanhar para Zé Roberto, recebeu de volta na área, tocou na saída do goleiro Martínez e Medina tirou em cima da linha.

O Atlético Nacional veio para cima no começo do segundo tempo em busca do empate. O Grêmio passou a jogar no contra-ataque e no erro colombiano. Aos dois, Uribe recebeu livre na cara do gol e Marcelo Grohe saiu para salvar a seus pés. Aos oito, Cárdenas bateu de fora da área com perigo. Aos 12, nova chegada forte do time colombiano: após boa troca de passes pela direita, Berrio cruzou e Uribe tocou de cabeça para defesa de Marcelo Grohe.

O Grêmio enfim levou perigo aos 16, após erro de Valencia. Luan recebeu, invadiu a área e chutou para ótima defesa de Martínez. No minuto seguinte, Luan roubou de Medina e cruzou para um voleio espetacular de Zé Roberto. Martínez brilhou e evitou um novo golaço gremista. Aos 19, a pressão foi premiada com o segundo gol: Wendell fez grande jogada pela esquerda e cruzou na medida para Ramiro estufar as redes.

O Atlético Nacional demorou a se encontrar e só chegou de novo aos 27, quando Bernal recebeu livre na área, mas chutou fraco, nas mãos de Marcelo Grohe. O goleiro gremista trabalharia ainda em chutes longos de Bernal e Cardona. Aos 41, Barcos perdeu gol feito após passe de Alán Ruiz. O ex-meia do San Lorenzo faria o seu aos 43, driblando dois marcadores e chutando sem chances para Martínez: 3 a 0.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade