Futebol/Campeonato Gaúcho - ( - Atualizado )

Grêmio saúda vitória, mas admite bobeira no primeiro tempo

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

A vitória por 3 a 2 sobre o Caxias fez o Grêmio quebrar um tabu de sete anos sem vencer a equipe grená no Estádio Centenário. O resultado foi bastante saudado pelos jogadores tricolores na saída do campo, mas os próprios atletas admitiram que a equipe bobeou no meio do primeiro tempo. O Grêmio vencia por 1 a 0 e sofreu a virada em três minutos, levando gols aos 21 e 24 minutos de jogo.

“Jogar aqui é sempre difícil. Desde 2007 não ganhávamos, foi um tabu quebrado. Mas tivemos altos e baixos. Começamos bem, depois deu uma bobeira geral e levamos dois gols de bola parada. Os caras cabecearam sozinhos na área. Mas reagimos e conseguimos uma boa vitória”, analisou o zagueiro Werley.

O lateral esquerdo Wendell foi outro que advertiu par os problemas apresentados pelo Grêmio no primeiro tempo: “a gente sabia que ia ser difícil. Fomos bem nos primeiros 20 minutos, mas depois deu um apagão e levamos a virada. Mas a gente conseguiu se recuperar, é isso aí”, disse o ala.

Autor de dois gols, o centroavante Barcos chegou à marca de cinco tentos em seis partidas disputadas no ano. Média que ele espera seguir obtendo: “é sempre importante para o atacante fazer o gol. Só tenho a agradecer ao time. Quero manter esta mesma média, mas ainda não ganhamos nada. Temos que manter o pé no chão e continuar trabalhando”, pediu o capitão gremista.

Com a vitória no Centenário, o Grêmio chegou a 18 pontos, mantendo a liderança tranquila do Grupo B do Gauchão. No próximo sábado, o Tricolor deve jogar com time reserva diante do Novo Hamburgo, na Arena, já que terça o compromisso é contra o Atlético Nacional, também em casa, pela Libertadores.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade