Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Jadson diz que diretoria são-paulina desvaloriza bons jogadores

São Paulo (SP)

O meia Jadson se sentiu desvalorizado pelo São Paulo na troca que o levou para o Corinthians. Em entrevista ao Sportv, ele disse que a diretoria do agora ex-clube diminui o valor de alguns bons jogadores, mas se mostrou feliz com a resposta dada até aqui pelo bom começo na nova equipe.

"Têm jogadores que, na visão deles (dirigentes), para o São Paulo não servem. Mas são jogadores de qualidade", opinou, antes de externar descontentamento pela forma como deixou o clube, há pouco mais de uma semana.

"Sei que saí desvalorizado, da forma que eu saí. A melhor forma que tenho para dar resposta para mim, para falar que meu futebol tem valor, mostrar para as pessoas que eu tenho valor, é jogando e dando a volta por cima", falou o ex-são-paulino.

Com a camisa 10 do Corinthians, Jadson parece estar dando essa volta por cima. Nas duas primeiras atuações, foi um dos melhores - senão o melhor - do time em campo. Estreou bem no clássico contra o Palmeiras e marcou o gol da vitória sobre o Oeste, no meio de semana.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Camisa 10 agora do Corinthians, meia se adaptou bem sob comando do velho conhecido Mano Menezes
Pouco aproveitado por Muricy Ramalho no São Paulo - havia feito apenas uma partida na temporada -, ele acredita que o sucesso instantâneo se deve também ao atual treinador.

"Eu já conhecia o Mano (Menezes), ele conhece o meu estilo de jogo. Ele me passou confiança. Acho que confiança no futebol é tudo. Quando o treinador te passa confiança, você entra mais tranquilo, mais leve, para fazer o melhor", comentou, admitindo ter merecido maior cobrança de Muricy.

"Eu estava um pouco desmotivado (no ano passado) por não estar jogando. Fui para as férias pensando em relaxar um pouco, curtir com a família. Quando voltei, cheguei um pouco acima (do peso) mesmo. O Muricy estava certo. Mas já estava com outra mentalidade, pensando de outra forma. Treinei quase três semanas em dois períodos. Em nenhum momento reclamei", concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade