Futebol/Bastidores - ( )

Jefferson enxerga Botafogo sem alma e espírito no empate com Voltaço

Rio de Janeiro (RJ)

O empate com o Volta Redonda por 1 a 1, em partida válida pela nona rodada do Campeonato Carioca, não agradou os jogadores do Botafogo, muito menos sua torcida presente no Maracanã. Quando questionado sobre a atuação da equipe de General Severiano no embate, o goleiro Jefferson, principal peça defensiva do grupo, foi enfático em sua análise. Na visão do arqueiro, faltou alma e espírito para o Alvinegro.

“Faltou hoje mais espírito e alma. Sabemos que é difícil, pelo fato do Botafogo não ir para a Libertadores com frequência. Porém, temos que entender que o Campeonato Carioca é importante também”, sintetizou Jefferson.

Adiante, o arqueiro foi conciso quando convidado a realizar um prognóstico sobre o duelo com o Fluminense, neste fim de semana: “Nada está perdido ainda no Carioca. Temos que correr atrás. Porém, precisamos que estudar e ver qual time entrará em campo no domingo”, declarou, deixando uma dúvida no ar.

A última fala do goleiro expõe o pensamento do técnico Eduardo Hungaro em poupar titulares para enfrentar o Tricolor das Laranjeiras, às 16 horas (de Brasília) deste domingo, no estádio do Maracanã. Porém, um deslize no clássico colocaria em risco a trajetória botafoguense no Carioca, já que o clube alvinegro figura no oitavo posto, com 12 somados. Seis a menos que o Vasco, primeira equipe dentro da zona classificatória.

Na Libertadores, o Botafogo volta a campo na quarta-feira, às 19h45 (de Brasília), quando medirá forças com o Unión Española-CHI, no estádio Santa Laura. O embate é válido pela segunda rodada do Grupo 2, que o Fogão lidera, sendo a única equipe da chave que venceu, até o momento.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade