Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Jobson deixa clube árabe e quer voltar ao Botafogo: "Estamos aí"

Jidá (Arábia Saudita)

O atacante Jóbson deixou o Al-Ittihad, da Arábia Saudita, e já mostrou que quer voltar ao Botafogo. Através do seu perfil oficial no Twitter, o jogador de 25 anos não especificou o motivo da saída do clube do Oriente Médio, mas repetiu várias vezes: “Quero jogar, quero mais chances”.

Perguntado sobre torcedores, Jóbson não negou retorno ao clube carioca. “Jogar a Libertadores pelo Botafogo? Estamos aí; Se depender só de mim, volto”, escreveu. Fãs do Al-Ittihad também paparicaram o atleta e pediram para ele continuar no clube.

Jóbson foi emprestado ao Al-Ittihad por um ano, mas, agora, poderá ser uma boa opção para o técnico Eduardo Hungaro, sem muitas opções na linha de frente. Hyuri e Rafael Marques deixaram General Severiano para tentar a sorte no futebol chinês, desfalcando o elenco.

Atualmente, só Ferreyra, Wallyson e Henrique são opções consistentes do treinador – no entanto, o polêmico histórico de Jóbson pesará tanto para o Botafogo quando para qualquer outro clube que quiser repatriá-lo. O atacante fará um pronunciamento ainda neste domingo, através das redes sociais.

Revelado em 2009, Jobson se destacou no Campeonato Brasileiro e até chegou a acertar com o Cruzeiro para a temporada seguinte, mas um escândalo de doping manchou o currículo. O jogador foi emprestado para vários clubes, mas a indisciplina era a sua principal adversária em todos eles.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade