Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Kleina ainda cobra lateral direito e promove zagueiro da Copinha

William Correia São Paulo (SP)

O Palmeiras já anunciou dez reforços neste ano, mas Gilson Kleina ainda não está satisfeito. O problema na lateral direita não foi resolvido e aumentou diante da lesão muscular de Bruno Oliveira, ocorrida durante a pré-temporada. O técnico já diminuiu os problemas na zaga anunciando a promoção de Gabriel Dias, que disputou a Copa São Paulo de Futebol Júnior, porém, segue só com Wendel pela direita.

“Precisamos de um lateral. Gosto de trabalhar com dois ou três jogadores por posição, desde que um seja da base. O Bruninho teve uma lesão séria e não posso correr o risco de prejudicar a instituição”, alertou o treinador.

“O Wendel está em um dos melhores momentos de sua carreira e fico muito feliz com o seu desempenho, é um profissional exemplar. Mas ele pode levar cartão, se machucar. Já tivemos que improvisar o Serginho por ali porque carecemos de um elenco. Precisamos de um substituto para o Wendel”, reforçou.

A ideia no fim do ano passado era contratar o paraguaio Moreira, do Libertad, mas não houve acerto com o clube de Assunção. Agora, as esperanças estão com Roniery, que disputou a Série B do Brasileiro pelo Paraná e pode ser colocado no Palmeiras por um grupo de empresários. Luis Felipe, que poderia ser opção, está afastado em meio a imbróglio com a diretoria por conta de seu contrato.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Técnico solicita a contratação de um reserva para Wendel, que vive sua melhor fase no Palmeiras
Já na zaga, os reforços para suprir a venda de Henrique ao Napoli, da Itália, ainda não estão no gramado da Academia de Futebol. Gabriel Dias, capitão do time eliminado na segunda fase da Copinha, será integrado ao elenco profissional quando voltar de férias, no dia 17. O setor também deve receber nas próximas semanas Tiago Alves, em recuperação de luxação no ombro direito, e o recém-contratado Victorino, que não joga desde setembro de 2012 e machucou a panturrilha direita na semana passada.

Por enquanto, Kleina será obrigado a improvisar o volante Marcelo Oliveira caso não possa escalar Lúcio ou Wellington. A boa notícia, contudo, são as boas atuações do garoto que entrou no lugar de Henrique. “Converso muito com o Wellington. Uma coisa é se concentrar para alguns jogos e sentir que passou pelo teste, mas ele tem que manter a regularidade e vou falar isso de novo para ele se firmar. É um prata da casa, tem identidade com o clube, tem que fazer a mesma coisa que tem feito”, disse Kleina.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade