Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Lateral direito negocia saída do Paraná e pode reforçar Palmeiras

William Correia São Paulo (SP)

O Palmeiras pode se aproximar nesta quarta-feira de atender ao principal pedido de Gilson Kleina. Uma reunião está marcada para que um grupo de investidores adquira parte dos direitos econômicos de Roniery, acertar sua liberação do Paraná e, então, negociar com mais liberdade com o Verdão.

“Tenho uma reunião amanhã de manhã para definir essa negociação com o grupo de investidores. O Palmeiras é um dos principais candidatos. Interessa ao Roniery jogar lá”, disse o empresário do jogador, Marcos Amaral, à Gazeta Esportiva.

Sua saída do clube tricolor já é dada como certa. Os investidores devem pagar até R$ 1 milhão para adquirir os direitos econômicos que pertencem ao Paraná e definir sua chegada ao Verdão. Marcos Amaral detém a outra parte dos direitos do jogador.

Roniery recebe elogios de Gilson Kleina desde a sua participação na Série B do Brasileiro do ano passado. Antes das 24 partidas que fez pelo Paraná, o lateral maranhense de 26 anos atuou por Imperatriz, JV Lideral e Sampaio Corrêa, do Maranhão, e Fortaleza, do Ceará, até chamar atenção no Mogi Mirim no ano passado.

Divulgação
Roniery terá parte dos direitos econômicos comprados por grupo de investidores e deve ser repassado ao Verdão
O jogador pode ser a solução para a lateral direita, setor que mais preocupa o treinador do Verdão. Com o fracasso na negociação com Moreira, do Libertad, e o empréstimo de Luiz Gustavo para o Vitória, o volante Wendel virou a única opção no setor enquanto Bruno Oliveira, vindo das categorias de base, está machucado. O meia-atacante Serginho chegou a ser improvisado na posição.

Caso acerte, Roniery deve ser o 11º reforço no centenário. Nas próximas horas, o clube provavelmente anunciará o volante Josimar, do Internacional, que já realizou exames médicos. Já treinam com o elenco as outras nove novidades para este ano: os zagueiros Lúcio e Victorino, os laterais esquerdos William Matheus e Paulo Henrique, o volante França, os meias Bruno César e Marquinhos Gabriel e os atacantes Diogo e Rodolfo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade