Futebol - ( )

Mano diz que manteve Felipe por estabilidade e que Cleber terá chance

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Mano Menezes explicou que manteve o zagueiro Felipe no time titular do Corinthians após mais uma atuação ruim para evitar um clima de insegurança. De acordo com o treinador, Cleber também terá a oportunidade de mostrar seu trabalho ao lado de Gil na defesa alvinegra.

“Nós, técnicos, não podemos criar instabilidade a cada falha técnica. Os jogadores sentem muito isso. À medida que você faz uma mudança em cima de um erro simplesmente, está dizendo para os outros: ‘Você não pode cometer nenhum erro ou também vai sair’”, afirmou o gaúcho.

O posto ao lado de Gil ficou vago com a transferência de Paulo André para a China. Mano tinha de escolher entre aqueles que formaram a dupla na derrota por 2 a 0 para o Bragantino, com atuação desastrosa da zaga – Felipe fez um gol contra e desviou a bola no outro; Cleber falhou seguidamente, caindo estabanadamente em um dos gols.

Divulgação/Agência Corinthians
O mau desempenho contra o Palmeiras não foi suficiente para Felipe perder a vaga (foto: Daniel Augusto Jr.)
“A opção era por um dos dois. E os dois vinham de um jogo que não foi bem jogado defensivamente. A escolha foi mais por característica, para o Felipe compor uma saída de bola melhor. Mas o Cleber é um grande zagueiro, está trabalhando, e é óbvio que, daqui a alguns dias, vai jogar ao lado do Gil também”, disse o treinador alvinegro.

Quando investiu em Cleber no ano passado, a diretoria tinha justamente o plano de que ele fosse o sucessor de Paulo André, que se aproximava dos 30 anos com frequentes problemas físicos. Ele começou atrás de Felipe, mas o gol de Alan Kardec no Derby do último domingo e outras falhas de seu concorrente podem lhe facilitar a vida.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade