Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Mano volta a fechar treino na tentativa de ajeitar Corinthians para o Derby

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Não deu certo contra Santos, São Bernardo ou Bragantino, mas Mano Menezes voltou a apostar estratégia de esconder o time do Corinthians antes do Derby de domingo. A movimentação tática de quinta-feira foi feita com os portões do centro de treinamento fechados, algo que se repetirá na sexta.

A atividade estava programada para as 16h, mas a captação de imagens só foi liberada a partir das 17h40, quando começou um trabalho de cruzamentos e finalizações. Antes disso, Mano chegou a se irritar com a percepção de que jornalistas observavam o treino e ordenou que eles fossem confinados na sala de imprensa, sem visão dos campos.

O mistério é relacionado à indefinição no setor de meio-campo. O treinador vem adotando uma formação com dois volantes e dois meias desde o início do ano, mas, com a equipe sem vencer há cinco jogos e diante do dono da melhor campanha, é possível que a marcação seja reforçada com a entrada do recém-chegado Bruno Henrique.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Com os portões já abertos, Mano conversou bastante com o meia peruano Cachito Ramírez
Caso a ideia seja manter dois meias, haverá quatro candidatos para duas vagas. São eles Renato Augusto, preparado desde o início do ano para jogar a partir do clássico contra o Palmeiras, Jadson, cuja situação contratual deverá ser regularizada na sexta, Cachito Ramírez e Danilo.

A escalação só será confirmada mesmo no próprio domingo, no Pacaembu, pouco antes do Derby. O treinamento de sexta-feira será realizado novamente com os portões do CT do Parque Ecológico fechados. Antes, Mano concederá entrevista ao lado do presidente Mário Gobbi e dos palmeirenses Gilson Kleina e Paulo Nobre. E não dará pistas.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade