Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Mesmo em boa fase, Carlos Tévez corre risco de não jogar Copa do Mundo

Buenos Aires (Argentina)

Com 13 gols marcados em 23 partidas disputadas no Campeonato Italiano, Carlos Tévez é um dos argentinos que briga por vaga no setor ofensivo da seleção comandada por Alejandro Sabella. Porém, mesmo em boa fase na Juventus, o atacante deve ficar de fora da convocação para a Copa do Mundo.

“É difícil que haja uma surpresa na lista do Mundial. Na Argentina somos todos médicos e treinadores. Não falo dos não convocados”, desconversa Sabella, citando famoso ditado platino e adotando postura parecida com a de Felipão, técnico da Seleção Brasileira.

No comando da seleção alviceleste desde 2011, o treinador nunca incluiu Tévez entre seus selecionados. Diante da insistência quanto à convocação do atacante, Sabella mantém a posição. “É normal que surjam especulações, mas não posso dizer nada, só respeitar a opinião de todos”, completa.

Não é de agora que a imprensa argentina especula sobre os motivos que fazem o treinador preterir Tévez. Segundo o jornal esportivo Olé noticiou há alguns meses, por exemplo, o jogador não teria bom relacionamento com Lionel Messi, capitão da seleção. Além do craque do Barcelona, o atacante da Juventus ainda tem a concorrência de Agüero, Higuaín, Lavezzi e Palacio.

AFP
Um dos destaques argentinos na Copa de 2010, Tévez atuou pela última vez pela seleção em julho de 2011

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade