Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Na Av. Paulista, policiais protestam contra falta de estrutura da Copa

São Paulo (SP)

Nesta segunda-feira, ocorreu o protesto dos policiais federais brasileiros, que reinvindicam a falta de estrutura do Brasil para receber a Copa do Mundo de 2014, bem como a reforma do sistema de segurança pública. Na maior cidade do território nacional, o ato teve como palco a Avenida Paulista, nas proximidades do prédio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), onde ocorre a segunda edição do Seminário Geral de Segurança da Fifa.

Sem paralisar o trânsito da avenida, o grupo, com cerca de 200 policiais federais, se reuniu na frente da calçada da Fiesp, onde tocaram as tradicionais vuvuzelas, um dos símbolos do Mundial passado, realizado na África do Sul. Além disto, várias faixas foram exibidas, fazendo alusão ao maior evento do futebol internacional. Uma delas, clamava por “Polícia federal padrão Fifa”.

Os manifestantes têm como objetivo entregar um ofício a algum representante do Comitê Organizador. Segundo eles, a ideia é “incomodar” os idealizadores do evento de forma pacífica, até que alguém se dirija à calçada e receba o documento. Os policiais alegam que, previamente, um membro do seminário se propôs a tomar ciência do escrito.

De acordo com o Sindicato dos Servidores Públicos, Civis e Federais do Departamento de Polícia Federal do Estado de São Paulo, os serviços de escolta e inteligência estão temporariamente inativos. Contudo, os setores ligados ao atendimento público, concebido como essenciais, caso do controle imigratório nos aeroportos, prosseguem normalmente.

Tossiro Neto/Gazeta Press
Cerca de 200 policiais federais protestaram, mas não interromperam o trânsito da Avenida Paulista

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade