Futebol/Campeonato Paranaense - ( - Atualizado )

No jogo 999 de Alex, Coxa bate o Rio Branco e se reabilita

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes Curitiba (PR)

No jogo que marcou a 999ª partida da carreira de Alex, o Coritiba, com seu time principal, passou sufoco para bater o Rio Branco por 2 a 0, no Couto Pereira, e se recuperar na classificação do Campeonato Paranaense 2014. Com o resultado, o Coxa salta, provisoriamente, para a quarta colocação, com oito pontos, dois a menos do que a equipe do litoral, vice-líder, com 10 pontos.

O Leão da Estradinha não se mostrava acuado no Alto da Glória e nos primeiros movimentos tentou buscar seu espaço. Aos três minutos, Fabio lançou na área e Leandro Almeida apareceu para cortar a bola que chegava em Salatiel. Um minuto depois, Salatiel deixou o goleiro Vanderlei para trás e tocou para Carlinhos salvar em cima da linha.

Mais Rio Branco no ataque, aos 11 minutos, com Fumaça, que tentou encobrir Vanderlei e parou em Leandro Almeida, novamente em cima da linha. A equipe visitante aproveitava a falta de ritmo do Coxa para dominar as ações. Aos 17 minutos, liberdade total para Fumaça que, no entanto, entrou em impedimento. Alex teve a chance de cobrar falta na entrada da área, aos 28 minutos, e carimbou a barreira.

O Coritiba encontrava dificuldade para se soltar em campo. Aos 36 minutos, finalmente um arremate alviverde. Aliás, dois. Primeiro com Roni, que mandou o petardo para defesa de Thiago Rodrigues. No rebote, Deivid chutou e o goleiro operou um milagre no Couto. Aos 39 minutos, Roni fez a jogada individual e bateu cruzado para mais uma grande defesa de Thiago Rodrigues.

Para a etapa final, o Coxa retornou com o angolano Geraldo no lugar de Roni. Em sua primeira participação, aos três minutos, o atacante tentou o chute cruzado, mas errou o alvo por muito. Aos seis minutos, Alex cobrou falta na cabeça de Leandro Almeida, que desviou pela linha de fundo. Na resposta, Fumaça também testou firme, nas mãos de Vanderlei. O Alviverde tinha uma movimentação melhor, mas o Rio Branco não modificou seu bom posicionamento.

Em muitas oportunidades, Alex tentou mais uma cobrança de falta, aos 14 minutos, e isolou. O troco veio com Salatiel, aos 16 minutos, com uma bomba que fez Vanderlei trabalhar para salvar o Coxa. Até que, aos 20 minutos, após boa troca de passes entre Alex e Deivid, e a bola sobrou para Geraldo fuzilar e abrir o placar.

O gol animou o Coritiba, que chegou com perigo mais uma vez aos 23 minutos, em chute de primeira de Alex, para fora. Aos 28 minutos, Geraldo ajeitou e Norberto, de cara para o gol, furou. O ritmo caiu um pouco e o Leão da Estradinha, que fez boa partida, mostrou cansaço. E na noite que seria de Alex, o angolano Geraldo roubou o foco e, aos 41 minutos, ao receber do meia, bateu forte pra fazer o segundo e fechar a contagem.

Na próxima rodada, o Coritiba enfrenta o J.Malucelli, quarta-feira, no Estádio Couto Pereira. Já o Rio Branco recebe o Toledo Colônia Work, no mesmo dia, no Gigante do Itiberê.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade