Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Palmeiras celebra vitória como lição aprendida com primeira derrota

William Correia São Paulo (SP)

Após a primeira derrota no ano, um desempenho convincente. O Palmeiras acredita que dominou e ganhou do São Bernardo por 2 a 0 nesta quinta-feira aprendendo as lições da fraca atuação na vitória do Botafogo por 3 a 1 no último domingo, em Ribeirão Preto, e saiu bastante satisfeito do Pacaembu.

“O Palmeiras foi superior em todos os níveis. Os jogadores, além de bem posicionados, fizeram a diferença tecnicamente. É saber tirar lição de uma derrota”, indicou Gilson Kleina. “Quando perdemos, sempre falo para não tirar o mérito do adversário. Quando falei que precisamos de atitude, é porque essas coisas acontecem. Esse elenco provou, mais uma vez, que é difícil quando tem essa atitude e entra comprometido.”

O treinador atribuiu a apresentação, também, às voltas de Wesley e Alan Kardec ao time. “Wesley e Kardec fazem a diferença. O entrosamento aumentou, tivemos o retorno dos jogadores e tentamos mexer o mínimo. Não existe jogo fácil, se não tem competitividade tem problema, não resta dúvida. Se conseguir igualar a pegada, a qualidade deles faz a diferença”, apontou.

Os atletas comemoraram a atuação. “Nossa equipe soube controlar a partida, não sofremos tanto, arriscaram mais de fora da área, estivemos bem posicionados. Temos que enaltecer tudo isso”, disse Alan Kardec.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Após a primeira derrota, o time comandado por Kleina mostrou poder de reação e voltou a jogar bem nesta quinta
“Nossa equipe está tendo uma maturidade espetacular. Estão todos de parabéns. Ninguém gosta de perder, mas o Valdivia falou naquele momento que poderia alertar algumas coisas e é do futebol. Estamos muito felizes com a vitória”, afirmou o centroavante.

“Cada jogo é uma história. Entramos bem melhores e conscientes de que no último jogo, principalmente no primeiro tempo, não fomos o Palmeiras a que estamos acostumados. Entramos com uma boa postura desde o começo do jogo. Foi uma evolução, mas precisamos cada vez melhorar mais para alcançar os nossos objetivos”, falou Lúcio, até minimizando novas grandes defesas de Fernando Prass.

“Todos os jogadores são importantes, até quem não é relacionado, tanto que precisamos nos dois últimos jogos de alguns que não têm participado. O Fernando Prass é um grande goleiro e está de parabéns. Contamos muito com o seu talento e de todos os jogadores do elenco para nos ajudar”, declarou o zagueiro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade