Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Pandolfo mantém pés no chão com filho de Baptista: "É muito cedo"

Recife (PE)

A vitória de 3 a 0 sobre o rival Náutico no último domingo não pareceu ser suficiente para a diretoria do Sport efetivar Eduardo Baptista – filho de Nelsinho Baptista – no comando técnico do time, próximo de se classificar para a próxima fase da Copa do Nordeste.

Tanto é que o diretor-executivo de futebol rubro-negro, Nei Pandolfo, pediu calma para a torcida. “Ainda é cedo para falar sobre efetivação dele. Fez um grande trabalho no último jogo, conhece muito bem o elenco e tirou o máximo de cada um. É mérito de todos envolvidos no processo”, disse.

Pandolfo também negou que Márcio Araújo, treinador que não atua há quase dois anos, tenha sido sondado pela cúpula leonina. De acordo com o dirigente, vários nomes estão sendo analisados, e ainda não há um prazo para a definição do substituto de Geninho.

“Todos os nomes ofertados estão passando por uma análise muito criteriosa; É bom não falar em nomes, é um momento difícil. Cada um tem uma preferência”, explicou Pandolfo, voltando a pedir paciência quando perguntado sobre a situação dos reforços do Leão da Ilha.

“Os contratos têm que estar assinados. Algumas liberações ainda têm que ser feitas, e é preciso um pouco mais de paciência, mas queremos resolver isso o mais rápido possível”, prometeu o diretor-executivo de futebol. A equipe pernambucana enfrentará o Botafogo-PB nesta quinta-feira, na Ilha do Retiro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade