Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Pato põe uniforme e recebe boas-vindas de Ceni, mas não assina

São Paulo (SP)

As cores da camisa de Alexandre Pato agora são vermelho, preto e branco. Nesta terça-feira, o atacante foi ao CT da Barra Funda pela primeira vez, vestiu o uniforme de treino do novo clube e foi recepcionado com sorrisos pelo goleiro Rogério Ceni e o técnico Muricy Ramalho. A assinatura do contrato, no entanto, foi mais uma vez adiada.

O clube informou que, por conta das pendências entre o jogador e o Corinthians, o vínculo de empréstimo de dois anos ainda não pôde ser formalizado. Por isso, também não será nesta quarta-feira sua apresentação oficial. Por ora, a recepção vem do elenco e da comissão técnica.

"Desejei as boas-vindas, de coração, e que ele vista a camisa do nosso time. Todos os jogadores que chegam para reforçar o São Paulo são sempre bem recebidos, e que ele dê o máximo para nos ajudar", disse Ceni, que teve desavenças em campo com o ex-corintiano, nos clássicos do ano passado.

O contato com Muricy também foi rápido, mas serviu para adiantar ao reforço que ele terá vida nova. "Aqui, você vai ser muito feliz", falou o treinador, de acordo com o site do clube, sem citar diretamente sua fase ruim no Corinthians, onde passou a ser perseguido pela torcida depois de desperdiçar um pênalti decisivo na Copa do Brasil do ano passado.

Rubens Chiri/www.saopaulofc.net
Primeiro jogador a recepcionar o atacante Alexandre Pato no CT da Barra Funda foi o goleiro Rogério Ceni
Ainda nesta terça-feira, o novo atacante do São Paulo, com permissão da diretoria corintiana, faz seu primeiro treino com o restante do elenco. No entanto, além de não ter assinado contrato, ele não poderá atuar no Campeonato Paulista, pois já ultrapassou o limite de jogos permitido para defender outra equipe na mesma edição da competição.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade