Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Pressionado por tabu, São Paulo busca reação contra tranquilo Santos

Luiz Ricardo Fini e Diego Diegues São Paulo (SP)

Três rodadas sem vitórias no Campeonato Paulista e mais de um ano sem triunfar em clássicos. Tudo faz com que o São Paulo chegue pressionado para o jogo deste domingo, às 16 horas (de Brasília), contra o Santos, que está tranquilo na primeira colocação de seu grupo e ainda vive momento mais confortável por Leandro Damião enfim ter balançado as redes.

Sem vencer fora de casa neste Estadual, o Tricolor tem ao menos a oportunidade de atuar no Morumbi. Com isso, o time do técnico Muricy Ramalho tentará finalmente ganhar de um rival, algo que não acontece desde a última rodada do Brasileirão de 2012. De lá para cá, o São Paulo perdeu sete vezes e empatou quatro.

“Qualquer jogo é importante, mas você mostra que tem time confiável em clássico estadual, porque o outro time é igual ao seu. Estamos buscando a vitória, mas não é uma coisa de outro mundo. Vamos com pés no chão. É importante vencer para ver como você está, não dá para medir com outras forças. Pelo menos, temos de jogar melhor do que estamos jogando”, afirmou o técnico Muricy Ramalho.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Muricy tenta fazer o São Paulo quebrar tabu em clássicos, que dura desde o fim de 2012
O problema é que o Tricolor não atravessa bom momento no Estadual, já que vem de uma derrota (para Ponte Preta) e dois empates (Portuguesa e São Bernardo). A série fez até o goleiro Rogério Ceni pedir uma melhora do time. “Está faltando bastante coisa”, declarou.

O técnico Muricy Ramalho faz mistério em relação ao time, depois de ter colocado Paulo Miranda e Ewandro nas vagas de Luis Ricardo e Ademilson na rodada passada. Como está preocupado com o desgaste dos atletas, o treinador pode recolocar Rodrigo Caio na zaga, tirando Roger Carvalho.

Já o Santos encara o seu segundo clássico na edição 2014 do Campeonato Paulista. No primeiro confronto, diante do Corinthians, o Peixe obteve uma vitória por 5 a 1, na Vila Belmiro, e ganhou confiança para repetir o bom futebol, agora contra o São Paulo.

Daquele time que venceu o Corinthians, pela quarta rodada do Paulistão, Oswaldo de Oliveira não terá o jovem Gabriel, mas sim Leandro Damião, contratação mais cara do futebol brasileiro, e confiante após anotar o seu primeiro gol pelo Peixe, no último jogo, na vitória contra o Atlético Sorocaba.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Fim de jejum de Leandro Damião é mais um motivo que deixa o Santos tranquilo para jogo
Suspensos na partida passada, o zagueiro Gustavo Henrique e o volante Alan Santos devem retornar ao time titular, no lugar de Jubal e Leandrinho, respectivamente. “Estaremos preparados e espero que nosso time saia de campo com mais uma vitória, para continuarmos nossa excelente campanha no campeonato”, disse o zagueiro.

Oswaldo deverá manter a escalação que vinha dando certo, além de dar uma segurança maior para o setor defensivo. Outra opção é colocar Arouca de primeiro volante e recuar Cícero, como segundo homem de meio de campo. Com isso, o jovem Gabriel, que entrou bem na partida contra o Atlético Sorocaba, teria uma chance para iniciar a partida entre os onze iniciais. O Santos é o líder da chave C, com 22 pontos, enquanto o time da capital ocupa a segunda posição no grupo A, com 14.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X SANTOS

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 23 de fevereiro de 2014, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho Van Gasse (ambos de SP)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Álvaro Pereira; Maicon, Souza, Ganso e Pabon; Ewandro (Osvaldo) e Luis Fabiano
Técnico: Muricy Ramalho

SANTOS: Aranha, Cicinho, Gustavo Henrique, Neto e Mena; Arouca, Alan Santos (Gabriel) e Cícero; Thiago Ribeiro, Geuvânio e Leandro Damião
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade