Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Quatro pontos abaixo do líder, Muricy já se contenta com 2º lugar

São Paulo (SP)

O empate de quinta-feira com o São Bernardo, o segundo seguido, deixou o São Paulo quatro pontos abaixo da liderança do grupo A do Campeonato Paulista, que agora pertence ao Penapolense. Antes tida como obrigação, a primeira posição já passa a ser tratada até publicamente como secundária.

"A gente tem que classificar", respondeu o técnico Muricy Ramalho, ao final do jogo no ABC paulista, quando questionado sobre o primeiro lugar. "Tem que classificar. No mata-mata, somos um time grande e um dos favoritos a ganhar o título".

Djalma Vassão/Gazeta Press
Muricy Ramalho exige apenas passar ao mata-mata, onde espera que seu time já esteja "encorpado"
O treinador só fez ressalva quando questionado depois se não considerava obrigatório ficar à frente de um clube do interior. "Temos que ficar em primeiro pela nossa estrutura, mas acontece que se não der para ficar em primeiro, temos que (apenas) nos classificar. Ainda mais com os jogadores se conhecendo. Mas vamos buscar ainda o primeiro lugar", falou.

A seis jogos do final da primeira fase, sendo dois deles clássicos - o primeiro já neste domingo, diante do Santos, no Morumbi -, o São Paulo tentará tirar a diferença para o líder sem se importar muito com a ameaça do Linense, terceiro colocado com quatro pontos a menos.

"Tenho preocupação não em termos de classificação, mas em chegar às finais com padrão definido, com o time encorpado", avisou Muricy, que reconhece as atuações apenas razoáveis de sua equipe até aqui na competição estadual.

Em nove rodadas disputadas, o São Paulo somou pontos apenas no Morumbi, com três vitórias e um empate. Em outras quatro partidas como visitante, foi derrotado três vezes antes de buscar o primeiro ponto nesta quinta-feira, em São Bernardo.

A preparação para enfrentar o Santos começa na tarde desta sexta-feira, quando o elenco se reapresenta aos trabalhos, no CT da Barra Funda. Para o clássico, Muricy poderá contar novamente com o volante Wellington, liberado após cumprir suspensão.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade