Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Ramiro exalta parceria com Edinho no meio: "Perfeitamente tranquila"

Porto Alegre (RS)

A chegada do volante Edinho na formação titular do Grêmio deu mais liberdade a Ramiro. Com a forte característica de marcação de seu companheiro, que atua mais próximo à dupla de zaga, o jovem de 20 anos tem mais autonomia para buscar o jogo, auxiliando Zé Roberto e Maxi Rodríguez no setor de armação. Quando questionado sob tal mudança, o jogador não escondeu a satisfação, recordando a sua antiga parceria com Souza, quando comandado por Renato Gaúcho.

“Antes, tendo o Souza como companheiro, eu alternava saídas ao ataque. Agora, com o Edinho, que tem a contenção como característica marcante, essa função de subir um pouco mais acaba sobrando para mim. Mas é perfeitamente tranquila. É o que gosto de fazer”, sintetizou Ramiro.

Adiante, Ramiro fez questão de exprimir a adaptação do elenco tricolor ao modo de trabalho de Enderson Moreira: “É um grande treinador com filosofia um pouco diferente. Essa mudança demora um pouco a acontecer. Mas o grupo é qualificado. Está todo mundo assimilando o estilo de jogo”, expôs.

Para o duelo deste domingo, diante do Juventude, clube que formou Ramiro, o Tricolor será escalado com seu elenco principal, configurado da seguinte maneira: Marcelo Grohe; Pará, Bressan, Rhodolfo e Wendell; Edinho, Ramiro, Zé Roberto e Maxi Rodríguez; Kleber e Hernán Barcos.

O embate contra o Papo será neste domingo, às 17 horas (de Brasília), no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. O Grêmio está na liderança do Grupo B, com sete pontos, totalizando duas vitórias, um empate e uma derrota.

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Com a chegada de Edinho, Ramiro terá liberdade para auxiliar Maxi Rodríguez e Zé Roberto na armação

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade