Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

São Paulo volta chateado aos treinos, mas sem “enterrar a cabeça”

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O elenco do São Paulo se reapresentou ao técnico Muricy Ramalho na tarde desta segunda-feira, em meio a um clima de tristeza por conta da derrota por 2 a 0 no clássico contra o Palmeiras. Os titulares realizaram uma atividade regenerativa no Reffis, mas Maicon admitiu que o clima não foi bom na volta aos trabalhos.

“Não assimilamos ainda, porque queríamos vencer um clássico. Se ganhássemos os três pontos, teríamos mais moral para a competição. Estamos bastante chateados, mas não adianta enterrar a cabeça, foi um jogo difícil e na quinta temos de voltar a vencer no campeonato”, comentou.

O tropeço na rodada passada do Campeonato Paulista aumentou o jejum do Tricolor em clássicos. Desde que derrotou o Corinthians na última rodada do Brasileirão de 2012, o São Paulo não venceu mais rivais regionais, acumulando sete derrotas e quatro empates.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Maicon avisa que São Paulo não pode se deixar abater pela derrota no clássico no Pacaembu
Maicon deixou claro que, apesar do abatimento, a ordem no clube é evitar um clima negativo. Ainda na liderança do grupo A, com nove pontos, o Tricolor buscará a reação na quinta-feira, contra o Paulista, no Morumbi.

“Queríamos ter vencido todos os jogos, para ficar com 15 pontos, mas não aconteceu. Não podemos baixar a guarda, estamos no início do campeonato e temos de ver o que estamos errando, para consertar nos treinamentos e não deixar acontecer mais”, acrescentou o meio-campista.

Ao mesmo tempo em que os titulares trabalharam longe dos gramados, os reservas disputaram um jogo-treino contra o Jeonbuk, da Coreia do Sul. O time principal deve iniciar os treinos em campo na manhã de terça-feira.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade