Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Sem Jadson, Ganso finalmente ganha a sonhada 10 no São Paulo

São Paulo (SP)

Pouco mais de um ano e quatro meses depois de chegar ao São Paulo, finalmente Paulo Henrique Ganso vai usar a numeração que sempre quis. Com a saída de Jadson para o Corinthians, o clube confirmou nesta sexta-feira que o meia trocará a camisa 8 pela 10.

A troca já havia sido cogitada no começo do ano passado, à época da mudança de fornecedora de material esportivo, mas a ideia não foi levada adiante para não enciumar Jadson – ainda que o agora corintiano tenha feito grande sucesso com o número 8 no período em que defendeu o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.

Contratado em setembro de 2012, Ganso foi presenteado com o número que já foi de Kaká (um de seus maiores ídolos) no clube. Logo depois da primeira partida, no entanto, mostrou seu verdadeiro desejo. "Quero fazer muitos gols, chegar perto da área, finalizar, ajudar os atacantes. Essa é a função de um grande camisa 10", falou o jogador, em novembro daquele ano.

Montagem sobre foto de Djalma Vassão/Gazeta Press
Meia já foi fotografado pelo clube com a nova numeração; vestir a camisa 10 sempre foi sua vontade
Com o retorno de Muricy Ramalho ao São Paulo, na temporada passada, Ganso cresceu de produção, ao mesmo tempo em que Jadson foi relegado à reserva, e o treinador não escondeu preferência por seu ex-comandado de Santos. Mais de uma vez, o comandante disse que finalmente a equipe tinha um camisa 10 típico.

Apesar de ter sido pela transferência de um companheiro, a novidade agradou a Ganso, que inclusive já foi fotografado pelo clube com a camisa herdada.

"Estou muito feliz e honrado de poder vestir a camisa do São Paulo, e agora usar o 10. Essa camisa já foi de tantos craques, e sinto uma felicidade imensa de poder fazer parte deste time. Meu estilo de jogo é mais clássico, e dizem que um camisa 10 tem que saber jogar dessa forma. Acho que vou conseguir unir o útil ao agradável: o futebol clássico com a camisa 10", comentou.

O primeiro compromisso do meia com o novo uniforme será às 17 horas (de Brasília) deste domingo, diante da Ponte Preta, em Campinas. Depois da vitória sobre o Paulista, no Morumbi, ele e o restante do elenco são-paulino treinam nesta sexta-feira e no sábado.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade