Futebol/Campeonato Mineiro - ( - Atualizado )

Silas lamenta erros no clássico e diz que time poderia fazer melhor

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O técnico Silas não gostou nada da exibição do América-MG no clássico contra o Cruzeiro. O treinador lamentou algumas falhas da equipe na hora de concluir as jogadas e os erros considerados fatais no posicionamento defensivo nas bolas paradas, justamente as jogadas mais trabalhadas por ele durante a semana.

“Fizemos um planejamento e conseguimos executar bem até aos 25 minutos. Eles deram só um bom chute de fora da área. Depois tivemos uma chance com o Cesar, cara a cara com o Fabio e não conseguimos colocar a bola para dentro. Dali para frente eles adiantaram o Luan, o Mike e foi onde tivemos um pouco de dificuldade nas coberturas do lado esquerdo. Do lado direito foi bem. Tínhamos uma preocupação com o Marcelinho, que fazia sua estreia, mas ele não comprometeu. Ele fez o arroz com feijão e, para ele, o jogo foi bom”, avaliou.

Durante a semana, Silas treinou bastante as jogadas de bola parada, mas na partida, o time cometeu os mesmos erros de jornadas passadas. “Realmente trabalhamos muito a bola parada. A gente mostrou isso nos treinamentos e o posicionamento foi muito treinado. Mas vamos lavar essa roupa suja em casa. A ideia era posicionar de uma maneira para quando roubasse a bola ter saída. E alguns atacantes nossos mais defenderam do que atacaram. É justamente isso que vamos conversar internamente”, declarou.

O treinador americano reconheceu os méritos do Cruzeiro, mas deixa claro que a sensação é que o Coelho poderia ter obtido resultado melhor. “Temos que enaltecer o time do Cruzeiro, mas saímos com a sensação de que poderíamos ter feito melhor. Poderíamos até ter perdido o jogo como perdemos, mas saímos com a sensação de que poderíamos ter bem mais”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade