Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Técnico da Croácia exalta Brasil, mas mira segunda posição do grupo

Florianopolis (SC)

O próximo dia 12 de junho será um marco na carreira de Niko Kovac. O técnico da seleção croata tem a missão de encarar a Seleção Brasileira em uma abertura de Copa do Mundo. Mas a grandiosidade da partida não amedronta o treinador, que encara o duelo como uma grande oportunidade para mostra a evolução da Croácia.

“É um grande orgulho e honra jogar a partida de abertura contra o país anfitrião. Nós sabemos que será diante de um estádio lotado com um forte apoio para a Seleção Brasileira, mas estamos planejando aproveitar o jogo e fazer o nosso melhor”, afirma Kovac ao site Portal da Copa.

AFP
Kovac elogia a seleção da casa, mas quer surpreender na estreia croata na Copa do Mundo

Em Florianópolis para participar do Seminário de Seleções da Fifa, o treinador acredita que a obrigação de terminar a primeira fase como líder do grupo é do Brasil, mas mira o segundo lugar da chave para garantir lugar nas oitavas de final. “Acho que a situação é bem clara no Grupo A, porque o Brasil é o favorito não apenas no grupo, mas para o torneio inteiro. E eu acho que Camarões, México e Croácia vão lutar pelo segundo lugar”, entende Kovac.

O treinador assumiu a seleção dos Bálcãs em outubro do ano passado, após a equipe não conseguir classificação direta para a Copa do Mundo nas eliminatórias europeias. Na repescagem, porém, os comandados de Kovac não tiveram muitas dificuldades para bater a Islândia e carimbar passaporte para o Brasil. Agora efetivado e com a missão de chegar às oitavas, o técnico garante conhecer muito bem a seleção anfitriã.

“Mesmo se não fossemos jogar contra o Brasil, eu saberia tudo sobre eles, porque eles são um grande time”, elogia, revelando ainda que tem ficado de olho na Seleção Canarinho. “Nós analisamos muitas partidas do Brasil, então sabemos exatamente que nos espera”.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade