Futebol/Campeonato Gaúcho - ( - Atualizado )

Time misto do Grêmio derrota o Esportivo com facilidade

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

O time misto do Grêmio não encontrou dificuldades para vencer o Esportivo, um dos piores times do Campeonato Gaúcho, neste domingo. Jogando fora de casa, na Montanha dos Vinhedos, o Tricolor bateu a equipe de Bento Gonçalves por 3 a 1. Maxi Rodríguez, Werley e Everaldo marcaram os gols, mas o atacante Luan novamente foi um dos destaques do time de Enderson Moreira. Brandão fez o gol de honra do Esportivo.

O Grêmio começou a encaminhar sua vitória cedo. Logo aos 6 minutos, já vencia o Esportivo, graças a um gol de pênalti de Maxi Rodríguez. A expulsão de Agenor, aos 26 da etapa inicial, e o gol de Werley, aos 37, facilitaram ainda mais a tarefa. Na etapa final, o Tricolor fez o terceiro logo na largada, definindo a parada. Relaxado, o time da Capital permitiu o crescimento do Esportivo, sofreu um gol e levou pressão nos minutos finais, mas nada que ameaçasse de fato a vitória.

A vitória mantém o Grêmio na liderança folgada do Grupo B do Gauchão, com 15 pontos. Na próxima rodada, o Tricolor visita o Caxias, no Centenário. O Esportivo segue na zona de rebaixamento, com 5 pontos, e ainda tem pela frente um compromisso complicado: o Brasil, em Pelotas.

O jogo – Com cinco titulares em campo, o Grêmio se impôs ao fraco time de Bento Gonçalves desde o início do jogo. Logo no primeiro minuto, Moisés cruzou para Luan, que tocou de cabeça, mas a zaga cortou em cima da linha. Luan, aliás, foi o grande nome da equipe de Enderson Moreira. Quase todas as jogadas perigosas do Tricolor no primeiro tempo tiveram sua participação.

Aos 6 minutos, o primeiro gol: Luan invadiu a área e foi derrubado por Agenor. Pênalti, bem batido por Maxi Rodríguez. O Esportivo, porém, tentou reagir. Aos 20, Ygor bateu de fora da área e Busatto deu tapinha para escanteio. Aos 20, Claytinho cruzou para o cabeceio para fora de Brandão. O Grêmio respondeu aos 24, em chute de Luan com muita categoria na trave.

O equilíbrio do jogo acabou aos 26 minutos, com a expulsão do volante Agenor, do Esportivo. Dali em diante, só deu Grêmio. Mesmo diminuindo o ritmo, o Tricolor fez o segundo aos 37: Alán Ruiz fez grande jogada e foi derrubado na entrada da área. Na cobrança, o próprio Ruiz levantou para o cabeceio certeiro de Werley: 2 a 0. No fim, Everaldo quase marcou após receber passe de Luan na área, mas Vinícius saiu bem e abafou o chute.

Flávio Campos mexeu em duas posições no Esportivo no intervalo, mas o Grêmio seguia tendo facilidades. Aos três minutos, Maxi Rodríguez deu ótimo lançamento para Moisés na área. O lateral apenas rolou para Everaldo fazer o terceiro. O gol matou de vez o Esportivo e fez o jogo cair muito de ritmo. O Grêmio só foi levar perigo novamente aos 19, em um sem pulo de Everaldo que subiu demais.

Aos 22, o Esportivo perdeu duas chances claras seguidas. Primeiro, Assis recebeu na pequena área e chutou em cima de Werley. Na sobra, Brandão girou e Busatto fez grande defesa. Aos 33, um prêmio ao esforço do Esportivo: Baroni cruzou e Brandão fez de cabeça. Desconcentrado, o Grêmio levou um calor nos minutos finais. Aos 41, Werley tirou cabeceio de Assis em cima da linha.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade