Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Vaiado, Fellipe Bastos vê “implicância” da torcida do Vasco

Volta Redonda (RJ)

De volta ao Vasco após boa passagem pela Ponte Preta, Fellipe Bastos não consegue cair nas graças da torcida Cruz-Maltina. Nesta quarta-feira, nem mesmo sua participação no gol de empate da virada por 2 a 1 sobre o Volta Redonda evitou que o meia fosse alvo da torcida presente no Estádio Raulino de Oliveira. Confiante de que fez uma boa exibição, o jogador fala em perseguição por parte dos vascaínos.

“O torcedor tem o direito dele, assim como eu tenho o meu, que é o de jogar bem, acertar, mas acho que existe uma implicância comigo. Se eu erro, sou mais cobrado do que os outros, mas é isso. O torcedor tem o direito dele”, disse o meia na saída do gramado.

As vaias a Fellipe Bastos contrastaram com a postura da torcida vascaína com outros jogadores. O goleiro Martín Silva, por exemplo, voltou a elogiar os inventivos vindos da arquibancada após o jogo desta quarta.

"Estou muito feliz com toda essa situação, os resultados sempre ajudam”, exalta. Apesar disso o uruguaio ressalta que a equipe ainda precisa melhorar. “Mas sabemos que temos muita coisa para melhorar, mas vamos seguir lutando em cima e em busca de uma maior evolução", conclui.

Com o triunfo, o Vasco segue na vice-liderança da Taça Guanabara, com 14 pontos. Na próxima rodada, a sétima do estadual, a equipe encara o Nova Iguaçu, às 17h (de Brasília) de domingo, novamente No Raulino De Oliveira.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade