Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Vaiado, São Paulo empata com Lusa e põe liderança em risco

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O São Paulo não conseguiu se recuperar no Campeonato Paulista, mesmo jogando no estádio do Morumbi, onde tinha vencido todas as partidas disputadas no início da competição. Na noite deste sábado, o Tricolor ficou apenas no empate por 0 a 0 contra a Portuguesa e colocou sua liderança no grupo A em risco, recebendo vaias da torcida ao apito final.

O empate fez o Tricolor perder os 100% de aproveitamento em casa, já que havia vencido os quatro jogos disputados no Morumbi neste Estadual. Mas poderia ter sido pior, já que o árbitro Flávio Rodrigues Guerra anulou gol da Portuguesa, de William Magrão, em impedimento inexistente. Por outro lado, o Tricolor também teve seu lance polêmico, em jogada que Ademilson pediu pênalti.

O confronto deste sábado marcou a estreia do zagueiro Roger Carvalho pela equipe anfitriã. Depois da derrota para a Ponte Preta na rodada anterior, o resultado deste sábado deixou o time de Muricy Ramalho com 13 pontos no grupo A, ainda na liderança, mas pode perder a primeira colocação no domingo, já que o Penapolense tem 12 e enfrentará o Santos. Já a equipe de Argel Fucks é a quarta colocada no grupo C, com oito.

Na próxima rodada do Estadual, o Tricolor jogará na quinta-feira, contra o São Bernardo, no estádio 1º de maio. Já a Lusa terá compromisso diante do Penapolense, na quarta, no Tenente Carriço.

Arte GE.Net
O jogo - O São Paulo assumiu o domínio da bola desde o início do confronto, mas a Lusa deixou claro que responderia em contragolpes. Assim, logo aos dois minutos, a equipe rubro-verde apareceu em velocidade no setor ofensivo, com Bryan, que invadiu a área pela esquerda e, em vez de chutar, preferiu tocar para Henrique, que foi travado pela defesa.

Do outro lado, Luis Fabiano recebeu na área e o árbitro marcou impedimento corretamente, mas o atacante reclamou bastante, no primeiro dos diversos lances em que ficaria em posição irregular. A primeira boa oportunidade são-paulina saiu em cruzamento pela esquerda de Ademilson, que Ganso aproveitou para cabecear, exigindo defesa do goleiro.

Aos 19, Luis Fabiano foi esperto em vacilo da defesa adversária e recebeu de frente para o gol, finalizando baixo, para boa defesa de Tom. No lance seguinte, o atacante recebeu de Luis Ricardo e finalizou, mas a bola desviou na zaga e facilitou o trabalho do goleiro. Com o gramado molhado, em função da chuva que só cessou momentos antes do jogo, Pabon fez valer sua fama de chutar bastante e arriscou diversas vezes. Na melhor delas do primeiro tempo, aos 26, a bola quicou e quase enganou o goleiro.

Porém, a resposta da Portuguesa teve polêmica. Aos 30, William Magrão recebeu cobrança de falta pelo alto e mandou de cabeça para as redes, mas o árbitro marcou impedimento inexistente do zagueiro da Lusa. Pouco depois, Luis Fabiano pediu pênalti ao pegar rebote de uma falta, mas o árbitro considerou tudo normal. Antes do apito de encerramento da etapa, Henrique recebeu cruzamento da esquerda e desviou rasteiro, obrigando Ceni a fazer boa defesa.

Na volta para o segundo tempo, foi a vez de o Tricolor reclamar, quando Ademilson driblou William Magrão e caiu, pedindo pênalti. O árbitro ignorou as reclamações e considerou a jogada normal. Do outro lado, Rogério Ceni fez a defesa em chute de Wanderson.

Fernando Dantas/Gazeta Press
O São Paulo não encontrou espaços para pressionar a Portuguesa e desperdiçou as chances que teve
Entretanto, o São Paulo continuou insistindo na frente, e Ademilson cruzou da esquerda, mas Luis Fabiano foi travado na hora em que tentou completar. Na jogada seguinte, Luis Ricardo arriscou da direita, mas errou o alvo. Sem mudar sua estratégia, a Lusa seguiu respondendo em contragolpes, e Henrique quase marcou em jogada de velocidade, mas a bola parou na defesa.

Em seguida, os dois times chegaram com perigo. Regis fez grande jogada, deixou dois marcadores para trás e acertou o travessão. Desta vez, o São Paulo respondeu no contragolpe, e Pabon finalizou na saída do goleiro, mas a bola passou raspando a trave. Em seguida, Muricy fez sua segunda alteração, com Osvaldo no lugar de Ademilson – antes, Denilson substituiu Wellington.

O técnico Argel Fucks também mudou sua equipe, com Caio no lugar de Henrique. Em sua primeira chance em campo, o atacante, ex-Palmeiras, perdeu jogada incrível. Depois de bobeira do Tricolor, Caio recebeu a bola quicando na frente da área, Rogério Ceni deixou o gol, e o jogador tentou encobrir, mas exagerou na força.

Aos 28, Pabon recebeu pela direita e cruzou, a bola desviou em Diego Augusto e enganou o goleiro Tom, que teve de se esticar para evitar o gol contra. Nos minutos finais, o São Paulo se lançou de forma desorganizada ao ataque e não conseguiu balançar as redes, além de ter levado um susto em defesa de Rogério Ceni.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade