Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Vasco contesta posicionamento da Comissão de Arbitragem do Rio

Rio de Janeiro (RJ)

O equívoco do auxiliar Rodrigo Castanheira no clássico entre Vasco e Flamengo do último domingo tem causado polêmicas. Em nota oficial, o clube cruz-maltino contestou o posicionamento do presidente da Comissão de Arbitragem do Rio de Janeiro, Jorge Rabello.

O dirigente da entidade comentou, em entrevista coletiva, o erro do árbitro auxiliar e falou sobre o diretor executivo de futebol do Vasco, Rodrigo Caetano, afirmando que o profissional sofria de um padecimento psicológico.

Confira, na íntegra, a nota oficial publicada pelo Vasco nesta terça-feira:

O Club de Regatas Vasco da Gama vem por meio de nota oficial contestar a forma como tem se posicionado publicamente o presidente da Comissão de Arbitragem de Futebol do Rio de Janeiro, a COAF - RJ.

Causou-nos espécie a maneira como este senhor se referiu ao nosso Diretor Executivo de Futebol, Rodrigo Caetano, em tom pejorativo e depreciativo. Lamentamos que atitudes e pensamentos tão pequenos tenham ganhado notoriedade. O Vasco ainda se pergunta o que a Comissão de Arbitragem fará na prática para que erros crassos como o do último domingo não voltem a acontecer.

O próprio presidente do clube, Roberto Dinamite esteve na tarde de hoje na sede da Federação do Estado do Rio de Janeiro manifestando sua insatisfação com as inúmeras falhas da arbitragem no jogo do último domingo e em conversa com o presidente Rubens Lopes cobrou medidas mais expressivas. Não menosprezarão nossa inteligência.

O Vasco espera da FFERJ apenas uma postura mais profissional e respeitosa para com a instituição diante de tudo que aconteceu na tarde do último dia 16 de janeiro. Declarações como as do presidente da COAF - RJ só empobrecem nosso futebol.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade