Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Vasco e Flamengo fazem clássico no Maracanã

Rio de Janeiro (RJ)

Vasco e Flamengo fazem o clássico da oitava rodada do Campeonato Carioca neste domingo, às 16 horas (de Brasília), no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. As duas equipes fazem boa campanha na competição. O Rubro-Negro soma 16 pontos, porém precisa se recuperar da derrota de 3 a 0 para o Fluminense e também do tropeço no meio de semana, quando caiu por 2 a 1 diante do León, no México, pela estreia na Copa Libertadores. Com um ponto a menos, o Cruz-Maltino vem de empate por 1 a 1 com o Nova Iguaçu. O vitorioso deste duelo dará um importante passo para se classificar para as semifinais.

Com as duas equipes fazendo uma grande campanha, os treinadores envolvidos no jogo esperam um confronto muito equilibrado. Adilson Batista, comandante do Vasco, prevê um duelo decidido nos detalhes.

Marcelo Sadio/Divulgação/Vasco da Gama
O técnico Adilson Batista acredita que a partida será decidida nos detalhes
“Além de uma grande rivalidade e de contarem com jogadores de qualidade, capazes de desequilibrar a partida, os dois times atravessam um bom momento dentro da competição e isso pode acabar fazendo a diferença para que o jogo seja disputado e decidido nos detalhes. A minha expectativa é de muito equilíbrio”, disse Adilson.

Jayme de Almeida, comandante do Flamengo, pensa de maneira parecida. “Os duelos entre Vasco e Flamengo são sempre marcados por muito equilíbrio. A minha expectativa é a de que isso se repita no jogo deste domingo, ainda mais porque os dois times ainda estão encontrando a melhor formação e precisam evoluir, mas têm conquistado bons resultados no Estadual”, disse Jayme.

O treinador flamenguista demonstra preocupação com o fato de o adversário ter passado a semana livre para se preparar para o jogo, enquanto que o Rubro-Negro jogou pela Libertadores.

“Isso é sempre um motivo de preocupação, ainda mais quando se trata de um clássico onde ter qualquer vantagem, por mínima que seja, pode fazer toda a diferença. O Vasco teve essa vantagem, mas cabe ao Flamengo encontrar maneira de neutralizar essa superioridade física que nosso adversário possa vir a apresentar”, disse Jayme.

Divulgação/Flamengo
Para o técnico Jayme de Almeida, o clássico será marcado pelo equilíbrio
Pelo lado dos vascaínos, a maior preocupação é com a qualidade do elenco rival. “Vamos precisar manter a concentração ao longo dos noventa minutos, pois o Flamengo tem um elenco de grande qualidade e vai procurar os nossos pontos francos para tentar desenvolver o seu melhor futebol e construir a vitória. Porém, o Vasco também tem muita qualidade, jogadores capazes de desequilibrar o confronto e plenas condições de conquistar essa vitória, que seria muito importante dentro do nosso planejamento”, disse o zagueiro Rodrigo.

Em termos de escalação, Jayme de Almeida faz mistério e não revelou se irá preservar alguns titulares, desgastados por conta da viagem ao México. É possível, porém, que alguns nomes que ficaram no banco no meio de semana, como o atacante Paulinho, ganhem uma oportunidade.

Pelo lado do Vasco a principal atração é a estreia do meio-campo Douglas, que foi contratado junto ao Corinthians e apresentado no início desta semana. Outra novidade é o meia Everton Costa, que sofreu uma lesão na coxa direita durante a pré-temporada e esteve boa parte do tempo afastado. Na lateral esquerda, Diego Renan será o titular, uma vez que Henrique e Marlon, as outras opções, se encontram no departamento médico. Adilson, porém, tem uma dúvida de ordem tática, com Fellipe Bastos e William Barbio disputando posição no meio.

FICHA TÉCNICA
VASCO X FLAMENGO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 16 de fevereiro de 2014, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Eduardo Cordeiro Guimarães (RJ)
Assistentes: Wagner Santos (RJ) e Luiz Antônio de Oliveira (RJ)

VASCO: Martín Silva, André Rocha, Luan, Rodrigo e Diego Renan; Guiñazu, Aranda, Fellipe Bastos (William Barbio) e Douglas; Everton Costa e Edmílson.
Técnico: Adilson Batista

FLAMENGO: Felipe, Leonardo Moura, Wallace, Samir e André Santos; Amaral, Víctor Cáceres, Lucas Mugni e Everton; Paulinho e Hernane.
Técnico: Jayme de Almeida

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade