Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Verdão se apega a campeonato à parte contra Santos pela liderança geral

William Correia São Paulo (SP)

Dependendo de tropeços de Bragantino ou Rio Claro, o Palmeiras pode garantir sua classificação para as quartas de final do Campeonato Paulista se vencer a Portuguesa na quinta-feira, no Pacaembu. O time, contudo, já não coloca nem a liderança de seu grupo como meta. O principal objetivo é superar o Santos na luta pela melhor campanha da primeira fase.

“Ser o primeiro no geral vai nos dar condição de decidir no Pacaembu, que adotamos como nossa casa. Tem que ser um trunfo nosso. Conto muito com a presença do nosso torcedor, que a cada jogo vai encher o Pacaembu. A importância de ser líder geral é decidir em casa”, indicou Gilson Kleina.

Verdão e Peixe somam 26 pontos, mas os alvinegros levam vantagem no saldo de gols (11 contra 16). O clássico entre ambos ocorrerá justamente na última rodada da primeira fase, no dia 23, na Vila Belmiro. A ideia é ter ultrapassado ou, ao menos, continuar colado no Santos até o confronto para ter o direito de jogar as quartas de final, a semifinal e o segundo jogo da final no Pacaembu.

“Se nos classificarmos no primeiro lugar geral, não só no grupo, decidiremos todas em casa. A nossa torcida é um 12º jogador e uma força absurda que será muito importante”, disse Vinicius, que, como seus colegas, até minimiza a possibilidade de já assegurar a classificação nesta quinta-feira.

“Sabemos que ficará muito bem encaminhado se ganharmos da Portuguesa, mas queremos somar o máximo de pontos que pudermos”, falou Marcelo Oliveira. “Ainda temos alguns jogos difíceis, como esse contra a Portuguesa, até o confronto direto em Santos. Vencer na quinta-feira nos dará uma tranquilidade maior, mas precisamos manter a mesma campanha”, indicou Lúcio.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Gilson Kleina conta com o Pacaembu como trunfo e quer decidir em casa até a final do Campeonato Paulista

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade